90% da população mundial sofre com gengivite, diz OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgou uma estimativa onde foi apontado que cerca de 90% da população de todo o mundo sofre com gengivite, inflamação nas gengivas causada pela má higiene bucal.

De acordo com a dentista Fabíola Serra, a gengivite é uma doença bucal inicial, que pode causar sangramento e inchaço gengival, e caso não tratada pode evoluir para um caso de periodontite, doença que afeta ossos e tecidos que sustentam os dentes. “É preciso ficar atento aos primeiros sinais, como: sangue ao escovar os dentes, vermelhidão e mau hálito. Para evitar que problemas assim aconteçam, a principal conduta é a realização diária da higiene bucal com escova macia e uso de fio dental”, explica a profissional.

Segundo a dentista, a gengivite caso chegue em sua forma mais grave pode gerar outras questões de saúde. “A gengivite não tratada pode levar à perda do dente e a outros problemas graves como infecção no coração ou no cérebro. No caso das grávidas, os estudos afirmam que a gengivite pode desencadear parto prematuro ou bebê de baixo peso. Por isso, campanhas como o Julho Neon são importantes para conscientizar a população”, pontua Fabíola Serra.

Julho foi o mês escolhido para conscientização acerca da saúde bucal. A campanha Julho Neon alerta sobre a gengivite como um problema inicial, que pode afetar seriamente outras partes do corpo caso seja ignorada.

Fonte: www.viagora.com.br/pi/piaui/noticia/2022/7/26/90-da-populacao-mundial-sofre-com-gengivite-diz-oms-97878.html