Anitta é vítima de vídeo montagem de mulher que faz sexo oral em homem

Foto:  Divulgação/Rock in Rio Lisboa

A assessoria da cantora, que acaba de deixar o hospital após uma cirurgia de endometriose, soltou uma nota em que nega que seja ela nas imagens

A cantora Anitta foi vítima de um vídeo falso em que foi colocado seu rosto no corpo de uma mulher que aparece fazendo sexo oral em um homem. As imagens com o método, chamado de deepfake, começaram a circular pelas redes há algumas semanas, inclusive em grupos de WhatsApp.

A assessoria da cantora, que deixou o hospital nesta segunda-feira (25), após uma cirurgia de endometriose, soltou uma nota em que nega que seja Anitta nas imagens:

“Não se trata de Anitta, mas sim uma ação criminosa que utiliza de recursos digitais para enganar o público, fazendo uma inserção do rosto de uma pessoa em outra. Neste caso, muito mal feito, por sinal”, diz a nota.

O jornalista Bruno Sartori, que produz vídeos de deepfake, comentou sobre as imagens em seu Twitter: “Pessoal, tem circulando um vídeo pornográfico que usa deepfake para inserir o rosto de Anitta no lugar de outra mulher, e a gente sabe muito bem o motivo. Provavelmente é o primeiro conteúdo desse tipo a ganhar repercussão e que foi criado com a intenção de enganar e prejudicar.”

O deepfake é uma tecnologia que usa inteligência artificial para criar vídeos falsos, mas realistas, de pessoas fazendo coisas que elas nunca fizeram na vida real.

 

Bruno Sartori

Pessoal, tem circulando um vídeo pornográfico que usa deepfake para inserir o rosto de

no lugar de outra mulher, e a gente sabe muito bem o motivo. Provavelmente é o primeiro conteúdo desse tipo a ganhar repercussão e que foi criado com a intenção de enganar e prejudicar.

Imagem

Fonte: Revista Fórum