Após campanha, Instagram restaura conta de influencer vítima de estupro – Alagoas 24 Horas: Líder em Notícias On-line de Alagoas

Após campanha nas redes sociais a conta no Instagram da influencer Duda Martins foi restaurada nesta quarta-feira (5). O perfil foi removido ontem, após ela expor em uma série de publicações sobre o estupro que sofreu depois de um encontro em um bar de Maceió, no dia 29 de dezembro de 2021. Abalada, Duda criou… Reprodução

imagem06-01-2022-05-01-22
imagem06-01-2022-05-01-22

Duda Martins

Após campanha nas redes sociais a conta no Instagram da influencer Duda Martins foi restaurada nesta quarta-feira (5). O perfil foi removido ontem, após ela expor em uma série de publicações sobre o

Abalada, – como ferramenta de trabalho.

Na tarde de hoje, Duda postou stories para comemorar o retorno do perfil e cobrar apuração do crime de abuso sexual relatado por ela. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

“Eu estou muito feliz porque a conta no Instagram foi recuperada, essa aqui é uma conta de trabalho, tem minha história, é uma conta que eu relato muita coisa, muitas vitórias, enfim, é a minha história. Eu consegui recuperar, a minha conta tinha sido desativada de forma misteriosa, né? E por que estão tentando me calar? Por que estão tentando tirar minha honra como mulher, como profissional? Só que não vão conseguir”, disse a influencer em nova postagem na conta reativada.

Sobre o caso

Na última sexta-feira (31), Eduarda Martins usou suas redes sociais para denunciar que teria sido dopada em um bar na Orla de Ponta Verde e sofrido abuso sexual. Ela gravou uma série de Stories no Instagram na qual conta que a última lembrança é de estar no bar, localizado na Avenina Silvio Viana, no bairro da Ponta Verde, durante à tarde da última quinta-feira, 30. Depois disso, teria acordado durante a madrugada, no sofá da casa de um homem, que conheceu pelas redes sociais, sem lembrar como tinha chegado ao local.

Na denúncia, a jovem diz que perdeu a consciência antes de ser levada do bar para um apartamento na Jatiúca e só acordou quase 12 horas depois, com marcas de agressão e sem roupas íntimas.

“Pensei muito se falaria sobre isso aqui porque tem muito julgamento. No momento em que cheguei em casa e percebi que estava sem calcinha, me senti suja, nojenta. Como se meu corpo tivesse sido invadido. Quando deito na cama, parece que ele está em cima de mim. Não vou ficar calada”, contou, emocionada.

Após o caso, ela decidiu procurar à polícia e fez um boletim de ocorrência contra o acusado.

Nesta terça-feira, 4, a influencer informou que sua conta no Instagram havia sido desativada. Em vídeo que circula nas redes sociais ela desabafou sobre anos de trabalho que foram perdidos. Até o momento nem ela, nem sua advogada, Julia Nunes, da Associação AME, entenderam o que aconteceu, já que não havia nenhuma postagem que ferisse as diretrizes do aplicativo.

Fonte: www.alagoas24horas.com.br/1409266/apos-campanha-instagram-restaura-conta-de-influencer-vitima-de-estupro