"Barramos o retrocesso democrático em 2021", diz Luciana Santos em balanço do PCdoB no ano – Hora do Povo

imagem29-12-2021-01-12-13
imagem29-12-2021-01-12-13
Luciana Santos, vice-governadora de Pernambuco e presidente do PCdoB. Foto: Reprodução – Facebook

Em 2021, o PCdoB atuou para defender a democracia e os direitos dos trabalhadores, disse Luciana Santos

A presidente nacional do PCdoB e vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, disse que o partido teve atuação central na construção da frente ampla que derrotou as intenções golpistas de Jair Bolsonaro em 2021. “Temos um sonho e um caminho, e onde estivermos, estaremos defendendo o povo brasileiro”, pontuou.Para Luciana, o PCdoB esteve, durante todo o ano de 2021, “na luta para que não houvesse retrocesso democrático”, buscando construir uma frente ampla em defesa da democracia.

“Todas as vezes em que Bolsonaro ameaçava agredir as instituições e a democracia com alusões ao AI-5 ou ao período de chumbo que o Brasil viveu, nós estávamos defendendo a democracia, participando de toda e qualquer iniciativa”, continuou.

Luciana Santos destacou que os parlamentares e militantes do PCdoB construíram esta frente “sempre com atitude ampla, com atitude de agregar atores da política para fazer frente ao significado da agenda bolsonarista no Brasil”.O PCdoB “ajudou a construir a centralidade da tática da frente ampla para derrotar o Bolsonaro. Isso tem o nosso DNA, tem a nossa contribuição e nós vamos associar isso a um grande programa de reconstrução nacional”, acrescentou.

Em vídeo de balanço das lutas travadas em 2021, Luciana afirmou que “o PCdoB esteve ao lado do povo, de um caminho para o Brasil. Toda a nossa militância se jogou com todo o seu peso, sua inteligência e com tudo o que acumulamos para fazer uma frente de resistência nas ruas, nas redes sociais, na luta de ideias e no parlamento”.

Das lutas em que o PCdoB participou desde a eleição de Bolsonaro, Santos destacou a renovação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), a defesa da “qualidade das universidades públicas contra o sucateamento”, e contra a “onda de privatização de setores estratégicos da economia, como a Eletrobrás”.Comentou também sobre a postura do PCdoB contra “a política de preços da Petrobrás, que é um dos vetores que causam a inflação, pelo impacto que os combustíveis têm nas cadeias produtivas”.

“Estávamos lá, na luta contra a inflação, pelo emprego e para que não houvesse retrocesso democrático”.A vice-governadora afirmou que “estamos impondo derrotas a Bolsonaro”.

Outro ponto importante da política em 2021 com participação ativa do PCdoB foi a aprovação da Lei das Federações Partidárias. “Conquistamos a federação, que é uma vitória de caráter estratégico para o país, porque vai criar um salto de qualidade nas relações políticas que o Brasil vai viver”.Com as federações, que Bolsonaro tentou vetar, dois ou mais partidos políticos poderão se unir e atuar como uma só agremiação, mas sem perder sua identidade de autonomia.

Em 2022, o PCdoB completará 100 anos de existência. Luciana Santos contou que está sendo organizada uma festa em Niterói, “onde o partido foi fundado”, e outras formas de comemorar e relembrar a participação da legenda na história brasileira.

Assista o vídeo em: https://www.youtube.com/watch?v=-Jd8O9Gy0bI

Fonte: horadopovo.com.br/barramos-o-retrocesso-democratico-em-2021-diz-luciana-santos-em-balanco-do-pcdob-no-ano