Bombeiros alertam para aumento do risco de afogamentos com o período de ventos fortes | Portal GCMAIS

ALERTA Bombeiros alertam para aumento do risco de afogamentos com o período de ventos fortes Ventos fortes geram aumento da incidência de correntes de retorno e a arrebentação da praia se torna mais forte Batista Santos Postado em 30 de dezembro de 2021 Compartilhe: Foto: Governo do Estado

Com a chegada das férias e celebrações de fim de ano, o do Ceará faz um alerta sobre o risco de afogamentos nas praias. Segundo o tenente-coronel Giuliano Rocha, devido aos ventos fortes registrados no Estado nesse período, ocorre o aumento da incidência de correntes de retorno e a arrebentação da praia se torna mais forte. Por isso, é necessário que os banhistas tomem alguns cuidados, como: nunca entrar no mar depois de ingerir bebida alcoólica, pois o álcool reduz os reflexos do banhista, que fica mais suscetível a se afogar; após as refeições, evitar banho de mar, pois a pessoa pode passar mal e acabar se afogando.

O Corpo de Bombeiros o alerta também para a possibilidade de cair em valas dentro do mar, sendo fundamental estar atento ao nível da água. “Água acima do umbigo é sinal de perigo. Se a água está no umbigo e você cai em uma vala (um buraco dentro do mar), a água vai para seu peito e você consegue sair daquele local. Se a água já está no peito e você cai numa vala, você pode ser levado pela correnteza e acabar se afogando”, alerta o tenente-coronel.

É importante escolher áreas da praia onde estão os guarda-vidas para desfrutar do mar de uma maneira segura e prazerosa. “Eles sempre vão lhe orientar onde tem perigo e onde é o melhor local para banho, evitando áreas com valas e correntes de retorno”.

Durante o último final de semana, entre a sexta-feira (24), e o domingo (26), equipes do Corpo de Bombeiros resgataram 12 vítimas de afogamentos em Fortaleza e em Caucaia, sendo a maioria na Praia do Futuro. Além dos resgates, 1.579 prevenções de afogamentos foram realizadas na faixa litorânea cearense.

Reforço de salva-vidas dos Bombeiros

Para as ações, o Batalhão de Busca e Salvamento (BBS) disponibilizou 52 guarda-vidas que foram distribuídos em 21 postos, além de sete quadrículos, cinco viaturas 4×4 e quatro motos aquáticas. As ações também tiveram apoio de duas ambulâncias do tipo resgate do Batalhão de Socorro de Urgência (BSU), da 1ª e 2ª Companhias de Salvamento Marítimo do Batalhão de Busca e Salvamento.

 

Fonte: gcmais.com.br/noticias/ceara/2021/12/30/bombeiros-alertam-para-aumento-do-risco-de-afogamentos-com-o-periodo-de-ventos-fortes