Brasil vai à final do 4x200m pela 1ª vez no Mundial de Esportes Aquáticos e termina em 6º

O revezamento 4x200m livre do Brasil fez história nesta quarta-feira. O quarteto, formado por Stephanie Balduccini, Giovanna Diamante, Aline Rodrigues e Maria Paula Heitmann, chegou a final do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, na Hungria.

A marca de 7m58s38 na final rendeu a 6ª colocação. O revezamento, porém, já havia feito história pela manhã, quando nadou para 7m57s93 e garantiu uma vaga na final. Esta foi a primeira vez em todos os Campeonatos Mundiais de piscina longa em que o Brasil esteve na prova decisiva.

“Estamos muito felizes com esse feito. É o nosso primeiro Mundial juntas e já alcançamos uma final. Mostra que estamos no caminho certo e podemos ir muito longe”, disse Giovanna Diamante.

Stephanie Balduccini também se destacou nos 100m livre. Nas eliminatórias, ela nadou para 54s48, quebrando o recorde brasileiro da categoria junior 2 e garantindo um lugar na semifinal. No período da tarde, abaixou sua marca para 54s10, apenas 0.07 do recorde sul-americano que pertence à Larissa Oliveira.

O dia da natação ainda teve Caio Pumputis, que terminou os 200m peito na 19ª colocação.

No nado sincronizado, a Seleção Brasileira, formada por Vitoria Casale, Julia Catarino, Rafaela Garcia, Luiza Lopes, Laura Miccuci, Celina Rangel, Gabriela Regly e Anna Giulia Veloso, somou 78.8333 e terminou a disputa na 14ª colocação. Apenas os 12 melhores times avançavam à final.

Já no polo aquático, a Seleção feminina do Brasil foi superada pelo Cazaquistão por 10 a 6 (3 a 2, 2 a 2, 1 a 1 e 4 a1). A equipe comandada por Frank Diaz volta à piscina na sexta-feira, às 16h (de Brasília), para enfrentar a Austrália.

 

Fonte: www.gazetaesportiva.com/mais-esportes/natacao/brasil-vai-a-final-do-4x200m-pela-1a-vez-no-mundial-de-esportes-aquaticos-e-termina-em-6o