Caixa anuncia que R$ 9,2 bilhões de saque extraordinário voltarão ao FGTS

A Caixa Econômica informou que a partir deste sábado (06), cerca de R$ 9,2 bilhões acumulados do saque extraordinário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) que não foram movimentados pelos beneficiados devem voltar para as contas bancárias do fundo. Os valores não sacados são referentes ao pagamento de abril a junho deste ano.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, os valores só voltarão às contas dos trabalhadores caso uma correção do FGTS seja realizada. A Caixa ainda informa que o FGTS rende o equivalente à taxa referencial mais 3% ao ano.

Ainda segundo a Caixa, o Governo Federal liberou cerca de R$ 30,1 bilhões para 43,2 milhões de trabalhadores brasileiros. Os beneficiados receberam R$ 1 mil do FGTS, com o valor indo automaticamente para as contas poupança digitais que foram criadas para o pagamento do auxílio emergencial durante o ano 2020, no ano auge da pandemia da Covid-19. A conta poupança digitais serve agora para saques extraordinários do FGTS.

A Caixa Econômica Federal pontua que os trabalhadores que não realizaram o saque do FGTS terão até o dia 15 de dezembro para pedirem o crédito novamente. O pedido pode ser feito através do aplicativo FGTS, disponível para celulares Android e iOS.

Lei

Segundo a , os valores do FGTS depositados que não forem movimentados em até 90 dias depois do período do saque retornarão às contas do fundo.

Com informações da Agência Brasil.

Fonte: www.viagora.com.br/df/distrito-federal/noticia/2022/8/5/caixa-anuncia-que-r-92-bilhoes-de-saque-extraordinario-voltarao-ao-fgts-98195.html