Chuvas nas Bahia: 21 mortos e 136 cidades em estado de emergência

São Paulo – O número de mortos devido às fortes chuvas no sul da Bahia subiu para 21 nesta terça-feira (28). E o de desabrigados ou desalojados totalizam 77.092, segundo a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), órgão do governo baiano. São 34.163 os desabrigados, ou seja, pessoas que perderam suas casas e necessitam de apoio do governo. E 42.929 que estão desalojados, abrigados em casas de parentes ou pessoas conhecidas.

O município de Itamaraju registra 4 mortes. É seguido por Jucuruçu, com 3, Amargosa, Ilhéus, Itabuna e Prado, com 2, e Aurelino Leal, Itapetinga, Maracani e Ruy Barbosa, com 1.

Ao todo, 471.786 pessoas foram afetadas pelas fortes chuvas. O número de feridos se mantém inalterado desde segunda-feira (27), com 358 pessoas. E 136 cidades estão sob decreto de situação de emergência.

Por meio de suas redes sociais, o governador Rui Costa (PT) informou hoje (28) que o Corpo de Bombeiros da Bahia emitiu alerta sobre o perigo de enchentes para as próximas horas nos municípios de Itambé, Canavieiras, Mascote e Cândido Sales. A orientação é que os moradores das áreas de risco, como encostas e regiões ribeirinhas, deixem suas casas e sigam em direção aos abrigos.

Recursos insuficientes para a Bahia

“Fiz um apelo por mais recursos para a recuperação das rodovias federais que foram destruídas pelas chuvas na Bahia. A portaria que liberou R$ 200 milhões para esta finalidade é para todo o país. Deste valor, a parcela destinada aos estados do Nordeste foi de R$ 80 milhões”, declarou hoje o governador (PT), por meio de sua conta no Twitter. “Fica aqui o meu pedido para que sejam enviados mais recursos, especificamente para a Bahia. A extensão de área e a população afetada aqui é muito maior e os baianos necessitam desse auxílio.”

Em suas redes socias, Bolsonaro escreveu: “Determinei edição de MP de Crédito Extraordinário, no valor de R$ 200 milhões, a fim de viabilizar, no DNIT, a reconstrução de infraestruturas rodoviárias danificadas pelas chuvas nos estados da Bahia (mais afetado), Amazonas, Minas Gerais, Pará e São Paulo”.

Em férias no litoral de Santa Catarina depois de uns dias de descanso no Guarujá, litoral norte de São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro assinou nesta segunda-feira (27) a Medida Provisória 1.086, liberando 200 milhões para o Ministério da Infraestrutura prestar socorro financeiro aos estados. O contraste entre os recursos, insuficientes, e a diversão cara do presidente, diante de uma tragédia como a enfrentada pelo povo baiano, despertou críticas. O tema chegou a ser o mais comentado nas redes sociais, com a hastag #BolsonaroVagabundo.

Diversas campanhas estão sendo realizadas para ajudar as vítimas das enchentes. O Governo do Estado criou uma conta bancária para doação em dinheiro. Os recursos serão utilizados para a compra de itens básicos, como geladeiras e fogões, que serão destinados àquelas pessoas que foram afetadas pelas fortes chuvas.

Para doarBahia Estado Solidário CNPJ 13.420.302/0001-60 Banco do Brasil 001 Ag. 3832-6 (Setor Público) Conta Corrente 993.602-5 Doação via PIX: CNPJ da Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado (Sudec) 13.420.302/0001-60

Fonte: www.redebrasilatual.com.br/ambiente/2021/12/chuvas-nas-bahia-tem-21-mortos-e-136-cidades-em-estado-de-emergencia