Maranhão encerra 2020 com 60 casos de feminicídio registrados

O estado do Maranhão registrou 60 casos de feminicídio no ano de 2020, superando o ano de 2019, que teve 48 crimes nesta modalidade. Só a Capital Maranhense teve 12 ocorrências, representando 20% do número total de casos.

Leia também: Homem morre após troca de tiros contra a polícia no Parque Vitória

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública – SSP, agosto foi o mês em que mais casos foram registrados, 9 no total. Um dos fatores que mais tiveram influência nestes números foi a pandemia da covid-19, onde houve as medidas de isolamento social e quarentena.

Além das mortes, com a média de 300 registros mensais, no período de oito meses entre janeiro e agosto, 2.4 mil ocorrências de violência contra mulher foram contabilizadas nas unidades de atendimento policial.

Durante a IV Semana Estadual de Combate ao Feminicídio, realizada em novembro de 2020, a delegada da Casa da Mulher Brasileira,Vanda Moura Leite, contou sobre o alto número de ocorrências:

“O aumento se deve possivelmente em virtude à pandemia, onde mulheres e homens estiveram mais tempo de convivência dentro de casa sendo o feminicídio um crime de gênero que também é associado à violência doméstica e familiar. Esse maior tempo de convivência entre vítima e agressor possibilitou o aumento dos casos em todo o Brasil” afirmou a delegada.

Segundo a delegada, o feminicídio é um crime evitável, por se tratar de um caso que chegou ao ápice da violência contra a mulher, ou seja, a vítima sofre vários tipos de violência durante o período de convivência com o agressor, por isso a importância do combate.

Fonte: oimparcial.com.br/noticias/2021/01/maranhao-encerra-2020-com-60-casos-de-feminicidio-registrados