Dicas para comprar um celular novo na Black Friday

A Black Friday é um bom momento para quem precisa ou deseja um novo smartphone. O Shoptime, que antecipou as ofertas em seu Festival Black November, tem algumas dicas para você fazer a melhor escolha no seu novo aparelho.

1- Um investimento importante

Comprar um novo smartphone deve ser um investimento planejado e pensado para o longo prazo. Uma boa compra será um aparelho que seguirá em bom funcionamento e com atualizações do sistema operacional, abrindo os aplicativos sem engasgar nem deixar você na mão por, pelo menos, um ano.

A não ser que você esteja muito apertado/a no lado financeiro, procure dar um passo adiante nas configurações do seu novo celular, para que ele atenda você com uma boa performance, pelo menos, até a Black Friday do ano que vem.

2- Básico, intermediário ou topo de linha?

Um aparelho básico e de entrada vai abrir aplicativos como Whatsapp e Instagram, seu app do banco e algum game mais leve que você goste, desde que você não tenha muita pressa.

Ele pode ter câmera e tela razoáveis. Porém, terá pouco espaço de armazenamento para fotos, vídeos e arquivos, e o processador será uma versão de menor performance, na comparação com celulares mais caros.

Além disso, quanto mais básico for o aparelho, menor será a chance de você vendê-lo usado por um valor interessante. Até lá, provavelmente, as fabricantes já terão lançado novos modelos de entrada.

Um smartphone intermediário vai custar mais caro, mas pode valer o investimento se trouxer um bom processador, mais memória RAM e mais espaço de armazenamento.

Ele deve garantir atualização do sistema operacional por, pelo menos, um ano. Você não terá problemas para trabalhar com alguns aplicativos abertos ao mesmo tempo. Mas seus recursos são limitados a depender da faixa que ocupa: mais perto dos celulares básicos ou mais caro e quase um "intermediário premium"?

Nos smartphones avançados e topo de linha, o céu é o limite. Você vai rodar os jogos que demandam mais do aparelho, vai tirar melhores fotos e gravar vídeos em altíssima resolução, terá mais espaço de armazenamento e a garantia de um bom celular atualizado e funcionando sem travamentos pelos próximos 12, 15 ou até 24 meses, sem dúvida. Mas será preciso pagar por isso.

3- Conheça as especificações

O processador é responsável por rodar o sistema operacional e realizar as tarefas do smartphone. Quando mais moderno e poderoso é o chip, melhor será a performance.

Observe a quantidade de núcleos e a velocidade. Um chip pode ter quatro (Quad-core), seis (Hexa-core), oito (Octa-core) núcleos ou mais, e quanto maior esse número, mais processos ele realiza ao mesmo tempo. E quanto maior o valor em GHz anunciado, maior a velocidade nas tarefas que cada um dos núcleos poderá fazer.

Já a memória RAM é usada nas operações do aparelho, onde ficam os arquivos e os aplicativos abertos. Um celular com pouca memória RAM passa a sensação de lentidão.

Ainda há aparelhos de entrada com 1 GB ou 2 GB de memória RAM. Eles não terão bom desempenho para um usuário que utiliza diversos aplicativos ao mesmo tempo ou para quem gosta de games. Aparelhos topo de linha já contam com 8 GB e até 12 GB de memória RAM.

Falando de armazenamento, esse é o espaço para guardar os arquivos, aplicativos, fotos, vídeos, games e também onde fica instalado o sistema do celular. Atualmente, 16 GB é pouco para um usuário médio, que tira fotos, grava vídeos e recebe arquivos por mensagem. A maioria dos intermediários tem armazenamento a partir de 64 GB e muitos oferecem expansão via cartão de memória.

FInalmente, a capacidade da bateria, que indica quanto você utiliza o aparelho sem ter de deixá-lo carregando na tomada. Smartphones intermediários têm bateria com cerca de 4.000 mAh. Acima de 4.500 já são consideradas baterias de grande capacidade.

Juntamente com a bateria, é interessante saber se o aparelho conta com carregamento regular, de 9 ou 10 Watts, ou carregamento rápido, com 15 Watts ou mais. Procure saber ainda se ele possui carregamento sem fio, por contato ou indução magnética.

4- Tela e câmera

Com as especificações entendidas, vamos aos elementos visuais. Para a tela, observe o tamanho, a resolução, a tecnologia da tela e a taxa de atualização.

Aparelhos de entrada e intermediários costumam ter tela LCD de resolução HD ou HD+, enquanto aparelhos mais caros e modernos têm display OLED ou AMOLED com resolução Full HD, Full HD+, 2K e acima. Isso significa uma tela de cores mais vivas e melhor contraste.

Sobre a taxa de atualização, o padrão é 60 Hz (ou 60 quadros por segundo). Aparelhos mais avançados trazem display com 90 ou 120 Hz, o que deixa a tela mais rápida e fluida, ideal para gamers e para assistir a vídeos em alta resolução.

Para quem gosta de fotografar e gravar vídeos, uma boa câmera é fundamental. Você precisa prestar atenção não apenas à quantidade de Megapixels e lentes (Ultra Wide, Macro, profundidade), mas também aos recursos que os fabricantes divulgam.

Uma câmera de 48, 64 ou 100 MP vai tirar uma foto enorme e de altíssima resolução, porém, mais importante do que isso é a forma como o sistema do smartphone processa aquela imagem.

5- Lançamento ou velhinho poderoso?

Essa é a dica para quem não está muito preocupado com os lançamentos. É comum que intermediários mais caros e celulares topo de linha que chegaram ao mercado há mais de seis meses – ou até mais de um ano – tenham configuração superior a modelos lançados neste semestre – e mais importante, com preço mais baixo.

Smartphones topo de linha não sofrem redução de preço tão grande em questão de meses. Ainda assim, vale a pena pesquisar aparelhos premium de configuração avançada, lançados no ano passado. Você pode encontrar alguma oportunidade.

Antes de fazer a escolha entre os principais concorrentes, leia críticas e comentários dos consumidores e pesquise se as marcas possuem assistência técnica na sua região.

Aproveite as dicas para pesquisar e analisar os modelos desejados de smartphones. No Shoptime, você encontra centenas de celulares em todas as faixas de preço.

E não deixe de conferir o Festival Black November, a Black Friday do Shoptime, com milhares de ofertas antecipadas, descontos e shows de Ludmilla, Simone & Simaria e Luan Santana.

Os shows são exibidos no Youtube e no canal Shoptime (NET canal 29 e 529; Sky canal 33 e 433; e Oi TV canal 78), nesta quinta e na sexta-feira. A programação completa está no hotsite do Black November.

Aproveite para baixar o app do Shoptime, para ver os produtos e ofertas, além de muitas vantagens na hora de comprar online.

Fonte: www.techtudo.com.br/noticias/2020/11/dicas-para-comprar-um-celular-novo-na-black-friday.ghtml