TSM supera Só Agradece e fica com o título do Wild Tour Finals 2021

A TSM superou a Só Agradece Esports neste domingo (10) e se sagrou campeã do Wild Tour Finals 2021, torneio brasileiro de League of Legends: Wild Rift. Considerada favorita na série melhor de sete partidas (MD7), a Só Agradece não teve vida fácil durante o confronto. Ambas as equipes mostraram um alto nível de Wild Rift e entregaram um duelo muito equilibrado, cheio de idas e vindas.

A equipe se valeu de um único erro da SA no último jogo e fechou a série por 4-3. Com o resultado, a TSM ficou com o título, a premiação de R$ 60 mil e a vaga brasileira na Horizon Cup 2021, o primeiro torneio internacional de Wild Rift. Confira, a seguir, os destaques da MD7 entre SA e TSM e mais detalhes sobre a temporada do Wild Rift e o mundial.

1 de 4 TSM vira série contra a favorita Só Agradece e fica com a taça da competição — Foto: Divulgação/Riot Games

TSM vira série contra a favorita Só Agradece e fica com a taça da competição — Foto: Divulgação/Riot Games

Jogo 1

O primeiro confronto da MD7 precisou de alguns minutos para ter alguma ação. O primeiro passo foi dado pela TSM, que preparou o terreno para fazer o Dragão, conquistou o objetivo e ainda viu Luiz Carlos "Sonyy" da Silva (Darius) pegar o first blood em cima de Rayan "Letter" Castro (Jarvan IV).

A confiança da TSM no duelo foi mostrada logo em seguida, numa boa chamada para o Arauto, dando pouco espaço para a Só Agradece. Mesmo a TSM ficando com o objetivo, a SA foi capaz de responder, ficar com três abates na luta e conquistar a vantagem de ouro.

A partir desse momento, a SA passou a ditar o ritmo da partida, controlar o Dragão com facilidade e buscar os pickoffs pelo mapa, principalmente nas baits realizadas próximas do covil do Barão. Quando Felipe "Mike" Michels (Ziggs) e João Victor "Petroni" Petroni (Ezreal) chamavam a responsabilidade para colocar a TSM de volta no jogo, Júlio "9Norvas" Sousa (Dr.Mundo) aparecia segurando todo o dano para impedir a recuperação. Assim, a SA chegou ao Dragão Ancião e ao Barão.

Quando tudo indicava a vitória da SA, a TSM tomou uma decisão surpreendente. Sonyy (Darius) e Petroni (Ezreal) avançaram pela Rota do Dragão e foram destruindo as estruturas adversárias. Seus companheiros seguraram a SA na base, e a dupla conseguiu operar um milagre com esse backdoor.

Jogo 2

A segunda partida contou com uma postura mais agressiva. A movimentação foi focada na Rota do Barão, visto que Júlio "9Norvas" Sousa (Darius) e Carlos "Sonyy" da Silva (Renekton) não pararam de trocar dano desde o primeiro minuto. Nessa brincadeira, a Só Agradece saiu na frente em relação ao ouro e ainda respondeu bem a uma chamada da TSM no Arauto.

A SA pegou mais abates e ficou com os dois primeiros Dragões. A TSM seguiu com erros de posicionamento e foi punida pela movimentação rápida da SA, que assumiu o controle do jogo e chegou ao Dragão Ancião aos 18 minutos. Apesar do duelo confortável para a SA, a TSM encontrou uma chance única pela Rota do Dragão, derrubou todas as torres, deixou o nexus aberto e colocou uma grande pressão nos adversários.

O jogo ficou nervoso. No final, a SA conseguiu a vitória após realizar o roubo do Barão, impedir um nova tentativa de backdoor e ainda ter o tempo necessário para avançar e derrubar o nexus da TSM.

Jogo 3

A TSM voltou ao campo com a mesma postura agressiva, com Matheus "Tetis" Terra (Nunu e Willump) tentando encaixar seus ganks a todo o momento. A Só Agradece jogou mais na defensiva nos primeiros minutos e, apesar de ter perdido o primeiro dragão, foi capaz de superar os adversários em relação ao ouro. Ela teve os melhores recursos para ficar com o Arauto e vencer a primeira grande luta, ocorrida aos 5 minutos.

A pressão da TSM não deu certo e a SA começou a liderar completamente o jogo. Na desvantagem de mais de 10 mil de ouro, a TSM arriscou tudo em uma luta da rota do meio, mas a SA respondeu com tranquilidade, eliminou os adversários e invadiu a base para derrubar o nexus e encerrar o jogo.

Jogo 4

Para o quarto jogo, Rayan "Letter" Castro trouxe sua Evelynn e obrigou a TSM a focar em impedir o crescimento da campeã durante o jogo. Apesar de não ter conseguido punir o jogador, a TSM ficou com o primeiro Dragão e o Arauto. A SA também não executou bem as lutas e viu sua adversária tanto ficar na vantagem do ouro quanto derrubar rapidamente suas torres.

Matheus "Tetis" Terra desequilibrou o jogo fazendo excelentes jogadas com seu Lee Sin, enquanto João Victor "Petroni" Petroni (Vayne) causou todo o dano necessário para garantir os pickoffs pelo mapa. A vitória chegou em mais uma chamada acertada no Barão, em que a TSM conquistou o objetivo, eliminou os jogadores da SA e marchou tranquilamente até a base para empatar a série.

Jogo 5

O duelo foi mais cadenciado no quinto jogo. Só Agradece e TSM arriscaram pouco e focaram mais em adquirir recursos. O first blood veio somente após 10 minutos, quando Júlio "9Norvas" Sousa (Dr.Mundo) venceu o duelo franco contra Carlos "Sonyy" da Silva (Jax). O ouro e as torres seguiram empatadas por bastante tempo, mas a TSM seguiu na vantagem em relação aos Dragões.

Nesse jogo lento e bastante estudado, a TSM deu um passo a mais na rota do meio, foi punida pela SA e ainda viu sua adversária fazer o Barão sem contestação. A TSM ainda conseguiu resistir ao realizar uma luta desesperada na Rota do Barão, que por muito pouco não a levou até o nexus. Rayan "Letter" Castro (Camille) apareceu na hora certa para frustrar a TSM, salvar a SA e assegurar a vitória.

Jogo 6

O ritmo lento foi esquecido no sexto confronto. Só Agradece e TSM voltaram a arriscar jogadas agressivas desde o primeiro minuto. Os primeiros abates saíram apenas aos 6 minutos, numa luta generalizada na rota do meio. Logo em seguida, a TSM saiu na vantagem após tomar a decisão de recuar e retomar o confronto. Dessa forma, a TSM ficou com seu segundo Dragão e se distanciou em relação ao ouro.

Com uma luta mais forte, principalmente graças à escolha de Malphite para Júlio "9Norvas" Sousa, a SA seguiu a buscar a oportunidade perfeita para punir qualquer passo errado da TSM. As boas lutas foram encontradas pela SA, e toda a vantagem que a TSM achou no começo caiu por terra. No entanto, Felipe "Mike" Michels (Lucian) apareceu bem para interromper esse ímpeto da SA e dar tempo para a TSM se adaptar à composição da SA e começar a responder com autoridade.

Quando percebeu que suas lutas não estava mais encaixando, a SA se desesperou e começou a cometer erros graves pelo mapa. A TSM soube aproveitar desses passos errados, ficou com o Dragão Ancião e dominou a SA na reta final para chegar à vitória e forçar o último jogo da série.

Jogo 7

Para o último jogo da série, a TSM contou com a movimentação rápida de Matheus "Tetis" Terra (Riven) para pressionar as rotas adversárias. Depois de alguns minutos, seu foco se voltou para a Rota do Barão, onde Júlio "9Norvas" Sousa (Darius) se viu em uma situação complicada ao ser abatido duas vezes nos ganks. A Só Agradece compensou ficando com o primeiro Dragão, abatendo o próprio Tetis (Riven) no processo, e também com o Arauto.

Apesar do começo acelerado, a TSM cedeu para a pressão de mapa da SA e viu a desvantagem de ouro começar a crescer sem parar. Tudo mudou quando a SA cometeu um erro grave na iniciação de uma luta na rota do meio. A execução não foi das melhores, e a TSM conseguiu contra-atacar e se recuperar para ficar com o Barão. Depois, mais uma luta bem coordenada para a TSM, que invadiu a base adversária, finalizou o jogo e ficou com o título.

2 de 4 Só Agradece vibrou e lutou muito durante a série, mas TSM sorriu por último no final — Foto: Divulgação/Riot Games

Só Agradece vibrou e lutou muito durante a série, mas TSM sorriu por último no final — Foto: Divulgação/Riot Games

Veja, na tabela abaixo, como ficou a classificação final do Wild Tour Finals 2021 e a premiação que cada equipe que esteve na final recebeu:

Wild Tour Finals 2021 – Classificação Final

Colocação Equipe Premiação Vaga 1° TSM R$ 60 mil Horizon Cup 2021 2 ° Só Agradece Esports R$ 40 mil – 3°–4° DreamMax e-Sports e Havan Liberty R$ 20 mil – 5°–8° Vivo Keyd, KATRISHISO, Omegha E-sports e XisDe R$7,5 mil –

O caminho até a final

O circuito Wild Tour 2021 no Brasil contou com um total de quatro torneios que reuniram as melhores equipes do país. Os eventos ocorreram entre os meses de agosto e setembro, e cada um tinha como premiação total o valor de R$ 20 mil, que foi dividido entre as quatro melhores colocadas de cada torneio. Além disso, cada evento oferecia os pontos de circuito que definiram as oito equipes classificadas para a grande final presencial.

Além da Só Agradece e da TSM, que também foram a primeira e a segunda colocada respectivamente ao final dos quatro primeiros torneios, a fase final teve a presença da XisDe, KATRISHISO, DreamMax e-Sports, Havan Liberty, Omegha e-Sports e Vivo Keyd. Todas as equipes se enfrentaram em uma chave de eliminação simples, até restarem apenas as finalistas na disputa pelo título.

3 de 4 Wild Tour Finals aconteceu presencialmente nos estúdios da Riot Games — Foto: Divulgação/Riot Games

Wild Tour Finals aconteceu presencialmente nos estúdios da Riot Games — Foto: Divulgação/Riot Games

Horizon Cup 2021

A Horizon Cup 2021 é o primeiro torneio internacional de Wilf Rift. Ele também marca o final da temporada. O evento acontecerá presencialmente em Singapura, tendo como sede o Centro Internacional de Convenções e Exposições Suntec Singapura, entre 13 e 21 de novembro. Ao todo, dez equipes vã competir pelo título e pela maior fatia da premiação total de US$ 500 mil (cerca de R$ 2,7 milhões).

Além da TSM, que representará o Brasil, o torneio também terá a presença de equipes da China, da Coreia do Sul, do Sudeste Asiático, da Europa, da América do Norte, do Japão e da América do Sul. A Riot Games divulgará em breve mais informações sobre o formato e o calendário.

4 de 4 Horizon Cup 2021 é o primeiro torneio internacional de Wild Rift — Foto: Divulgação/Riot Games

Horizon Cup 2021 é o primeiro torneio internacional de Wild Rift — Foto: Divulgação/Riot Games

Com informações de Wildrift e Liquipedia

Fonte: www.techtudo.com.br/noticias/2021/10/tsm-supera-so-agradece-e-fica-com-o-titulo-do-wild-tour-finals-2021.ghtml