Com sua morte, Marilyn Monroe transforma-se na maior lenda do cinema

Há exatos 60 anos, em 4 de agosto de 1962, o cinema perdia Marilyn Monroe (1926-1962), uma icônica atriz norte-americana, considerada um dos maiores símbolos sexuais da história do cinema, e não menos importante por seu enorme talento. Já famosa ao morrer, depois que foi encontrada morta em sua cama, a atriz tornou-se uma das maiores lendas de Hollywood.

Marilyn Monroe, nome artístico de Norma Jeane Mortensen, nasceu em Los Angeles, Estados Unidos, no dia 1º de junho de 1926. Filha de Gladys Pearl Monroe, mãe solteira, não conheceu seu pai.

Em consequência da doença psicológica e os internamentos de sua mãe, Marilyn foi criada em orfanatos e em casa de parentes.

Em 1937, Marilyn foi morar na casa de Grace Mckee, uma amiga da família. Em 1942, Grace e seu marido resolvem se mudar para a Costa Leste e as leis da Califórnia impediam que levassem Marilyn.

Temendo voltar para o orfanato, Marilyn resolve se casar com o filho de um vizinho, James Dougherty, de apenas 21 anos, tudo organizado por Grace.

Carreira de modelo

Depois de casada, Marilyn trabalhou em uma fábrica de munições, época em que conheceu um fotógrafo que a iniciou na carreira de modelo. Para chamar mais atenção, Marilyn pintou o cabelo de loiro passou a ser requisitada para capa de revistas masculinas.

Em 1944 seu marido entrou para a Marinha e foi transferido para o Pacífico Sul. Em 1946 ela divorciou-se e passou a se dedicar totalmente à carreira de atriz.

Carreira de atriz

Em junho de 1946, levada por Emmeline Snively, diretor da agência Blue Book Model, Marilyn assinou um contrato com a agência de atrizes. Nesse mesmo ano, Marilyn assinou contrato com a Twenty Century Fox e adotou o nome artístico de Marilyn Monroe.

Sua estreia no cinema foi em um pequeno papel no filme “Sua Alteza, a Secretária” (1947). No ano seguinte assinou com a Colúmbia Pictures, onde permaneceu por seis meses.

Após uma série de pequenos filmes, retornou para a Fox. Em 1949, pousou nua para um calendário. Seu primeiro papel marcante foi em “O Segredo das Joias” (1950). Em 1953 pousou para a revista Playboy.

Com sua morte, Marilyn Monroe transforma-se na maior lenda do cinema - Foto: ReproduçãoCom sua morte, Marilyn Monroe transforma-se na maior lenda do cinema - Foto: ReproduçãoCom sua morte, Marilyn Monroe transforma-se na maior lenda do cinema – Foto: Reprodução

Sua sensualidade e instinto de comediante fizeram-na subir na carreira de forma meteórica, sendo chamada de “loira fatal” na comédia romântica “Os Homens Preferem as Loiras” (1953).

Nesse mesmo ano, atuou em “Torrente de Paixão” (1953) e na comédia romântica “Como Agarrar um Milionário” (1953).

Em 1954, Marilyn se casou com o ex-jogador de beisebol Joe DiMaggio, uma lenda do esporte nos Estados Unidos. Durante sua lua-de-mel, em Tóquio, a atriz fez uma performance para os militares norte-americanos que estavam servindo na Coreia.

Nove meses depois o casal se separou. Em seguida, vieram filmes que continuaram atraindo multidões ao cinema, entre eles, “O Pecado Mora ao Lado” (1955) e “Nunca Fui Santa” (1956).

Em 1956, Marilyn se casa com o escritor Arthur Miller. Em 1961, após passar por um aborto, o casal se separa. Nesse mesmo ano, ela atua em seu último filme “Os Desajustados” (1961).

No dia 19 de maio de 1962, em uma festa de aniversário do presidente John Kennedy, no Madison Square Garden, em Nova Iorque, em uma performance histórica, Marilyn canta “Happy Birthday” para homenagear o presidente.

Com sua morte, Marilyn Monroe transforma-se na maior lenda do cinema - Foto: ReproduçãoCom sua morte, Marilyn Monroe transforma-se na maior lenda do cinema - Foto: ReproduçãoCom sua morte, Marilyn Monroe transforma-se na maior lenda do cinema – Foto: Reprodução

O fato reforçou os rumores de que ela era amante dos irmãos Kennedy, John e Robert, ambos casados e com filhos. O rompimento com Robert teria sido uma das causas da profunda depressão que a levou ao provável suicídio.

Três meses depois do aniversário de Kennedy, Marilyn foi encontrada morta, por overdose, em sua casa em Los Angeles.

Marilyn Monroe faleceu em Los Angeles, Estados Unidos, no dia 5 de agosto de 1962.

Filmografia de Marilyn Monroe

Torrentes de Ódio (1947)

Idade Perigosa (1947)

Nasceste para Mim (1948)

Mentira Salvadora (1948)

Loucos de Amor (1949)

A Malvada (1950)

O Segredo das Joias (1950)

O Segredo da Viúva (1951)

Sempre Jovem (1951)

Joguei Minha Mulher (1951)

Em Cada Lar um Romance (1951)

Travessuras de Casados (1952)

Páginas da Vida (1952)

O Inventor da Mocidade (1952)

Almas Desesperadas (1952)

Como Agarrar um Milionário (1952)

Os Homens Preferem as Loiras (1953)

Como Agarrar um Milionário (1953)

Torrente de Paixão (1953)

O Mundo da Fantasia (1954)

O Rio das Almas Perdidas (1954)

O Pecado Mora ao Lado (1955)

Nunca Fui Santa (1956)

O Príncipe Encantado (1957)

Quanto Mais Quente Melhor (1959)

Adorável Pecadora (1960)

Os Desajustados (1961)

meionorte.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.