Concurso SEDUC AL: PGE dá aval para contratação de Cebraspe como banca

Atenção, concurseiros! O concurso SEDUC AL (Secretaria de Educação do Estado do Alagoas) deve lançar edital em breve. A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) deu o aval para a contratação do Cebraspe como banca organizadora da seleção. A previsão é de que sejam ofertadas 3.000 vagas de nível superior para Professores em diferentes disciplinas.

Em dezembro de 2020, o governador Renan Filho anunciou novamente a abertura de vários concursos no estado para 2021. A autorização para realização do novo concurso SEDUC AL já foi publicada no Diário Oficial do Estado de Alagoas do dia 12 de janeiro de 2021.

Em dezembro de 2020, o governo, Renan Filho disse que “o Estado deseja promover concurso para as áreas sociais: segurança pública, saúde, educação e também para a estruturação da área meio, em algumas carreiras, especialmente aquelas tipicamente de estado”.

Posteriormente, em 02 de fevereiro de 2021 foi publicado, no Diário Oficial do Estado de Alagoas um decreto, definindo quais servidores farão parte da comissão organizadora para a seleção.

A assessoria de comunicação de do estado informou que “o concurso público para a educação oferecerá vagas para professores”, mas que “o Estado estuda, ainda, destinar um quantitativo delas para a área administrativa das escolas”. A expectativa inicial era de 5 mil vagas, mas o número acabou diminuindo para 3 mil e só será confirmado em edital.

A banca organizadora da seleção escolhida foi o Cebraspe e a proposta foi aceita pela Secretaria do Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas (Seplag) no dia 05 de março de 2021. Agora, a PGE deu o autorizou a contratação da empresa para dar seguimento nos trâmites do concurso SEDUC AL. Assim, o próximo passo é a publicação do edital que pode sair nos próximos meses.

O governador vem assegurando esse concurso SEDUC AL em seus pronunciamentos e, portanto, ele é dado como certo. As oportunidades serão para Professores em diferentes áreas do conhecimento.

É provável que a remuneração seja em torno de R$ 2.195,13, considerando o último concurso da Secretaria de Educação. Esse valor é, normalmente, pago mensalmente para jornadas de 30 horas semanais de trabalho. Ressaltando que pode haver alteração.

Outra perspectiva é baseada no processo seletivo SEDUC AL publicado em junho de 2020. O certame contava com 168 vagas temporárias para professores que atuariam na modalidade EAD (Ensino a Distância). De acordo com o edital, a remuneração era de R$ 15,00 por hora trabalhada, considerando 20 horas de serviço semanal.

De acordo com editais passados, é provável que o concurso SEDUC AL conte com duas etapas principais. A primeira deverá ser uma prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos e a segunda uma prova de títulos.

Os candidatos do concurso SEDUC AL provavelmente enfrentarão questões específicas sobre sua área de conhecimento. No entanto, na parte de conhecimentos gerais, todos deverão responder questões que abordem os seguintes conteúdos:

  • Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados;
  • Reconhecimento de tipos e gêneros textuais;
  • Domínio da ortografia oficial;
  • Domínio dos mecanismos de coesão textual;
  • Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual;
  • Emprego de tempos e modos verbais;
  • Domínio da estrutura morfossintática do período;
  • Emprego das classes de palavras;
  • Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração;
  • Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração;
  • Emprego dos sinais de pontuação;
  • Concordância verbal e nominal;
  • Regência verbal e nominal;
  • Emprego do sinal indicativo de crase;
  • Colocação dos pronomes átonos;
  • Reescrita de frases e parágrafos do texto;
  • Significação das palavras;
  • Substituição de palavras ou de trechos de texto;
  • Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto;
  • Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade.
  • Lei Estadual nº 5.247/91 (Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis do Estado de Alagoas, das Autarquias e das Fundações Públicas Estaduais);
  • Lei Estadual nº 6.196/2000 (Estatuto do Magistério Público do Estado de Alagoas);
  • Lei Estadual nº 6.197/2000 (Plano de Cargos e Carreiras do Magistério);
  • Lei Estadual nº 6.754/2000 (Código de Ética do Servidor Público);
  • Lei Federal nº 9.394/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB).
  • Diretrizes curriculares nacionais.
  • Estatuto da Criança e do Adolescente;
  • Referencial Curricular da Rede Estadual;
  • Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos.

Em 2017, foi aberto edital de concurso Seduc AL contando com 850 vagas para o cargo de Professor. A esses foi oferecida remuneração de R$ 2.195,13 para jornadas de 30 horas semanais de trabalho. A banca responsável pela organização do certame foi o Cebraspe/UnB.

De acordo com o edital, foram realizadas provas objetivas e prova de títulos. Todas as etapas foram realizadas no ano de 2018 e, ao todo, 14.322 pessoas se inscreveram no último concurso SEDUC AL.

A Secretaria de Estado da Educação de Alagoas (SEDUC – AL) é um órgão integrante da administração direta do Poder Executivo. Sua finalidade é a de assegurar o cumprimento constitucional da política educacional e a execução das políticas públicas relativas ao desenvolvimento integrado.

De acordo com o portal da SEDUC – AL, o órgão é dotado de 20 supervisões, 10 gerências, oito assessorias, 30 subchefias e 15 chefias para a rede matricial de planejamento, gestão e execução. Além disso, é composta por 13 gerências regionais de educação (GERE). Todas elas estão espalhadas em diversos municípios.

PrevistosAlagoasIsadora TristãoRedatoraNascida na cidade de Goiânia e formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás, hoje, é redatora no site "Concursos no Brasil". Anteriormente, fez parte da criação de uma revista voltada para o público feminino, a Revista Trendy, onde trabalhou como repórter e gestora de mídias digitais por dois anos. Também já escreveu para os sites “Conhecimento Científico” e “KoreaIN”. Em 2018 publicou seu livro-reportagem intitulado “Césio 137: os tons de um acidente”, sobre o acidente radiológico que aconteceu na capital goiana no final da década de 1980.

Compartilhe

Fonte: www.concursosnobrasil.com.br/concursos/al/concurso-seduc-al.html