Conselho quer apuração de morte de criança e inspeção em UPA – Alagoas 24 Horas: Líder em Notícias On-line de Alagoas

O presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos, Magno Alexandre, disse nesta terça-feira, 18, que está solicitando apuração rigorosa por parte da Polícia Civil, acerca da morte de mais uma criança que recebeu atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Tabuleiro do Martins. Desta vez um garoto de 10 anos de…

imagem18-01-2022-23-01-19
imagem18-01-2022-23-01-19
O presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos, Magno Alexandre, disse nesta terça-feira, 18, que está solicitando apuração rigorosa por parte da Polícia Civil, acerca da morte de mais uma criança que recebeu atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Tabuleiro do Martins.

Desta vez um garoto de 10 anos de idade. Carlos Miguel Ferreira do Nascimento morreu depois de dar entrada na unidade, nesse domingo (16) se queixando de uma dor de dente. A família conta que o menino teve febre e o caso evoluiu rapidamente a óbito.

Ainda segundo o presidente, o corpo de Carlos foi submetido à necropsia no Instituto de Medicina Legal (IML) que vai dizer qual foi a causa da morte. A família está confiante que o laudo esclareça o que aconteceu durante o atendimento, porque a UPA classificou a causa como “indeterminada”.

Magno Alexandre disse também que está solicitando aos Conselhos Regionais de Medicina e Enfermagem uma visita ténica na UPA para avaliar os protocolos de atendimento infanto juvenil e tentar evitar que outras situações ocorram.

O presidente do Conselho lembra que há dez dias uma menina de 7 anos, , também morreu pouco tempo depois de dar entrada na mesma UPA. Ela chegou à unidade com febre e indisposição, tomou uma medicação, foi liberada e apresentou manchas pelo corpo semelhantes à uma reação alérgica. A garotinha chegou a ir para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas morreu pouco tempo depois.

Esse caso segue sendo investigado pela Polícia. “Nós queremos saber se existe alguma culpa nesse caso e, em âmbito administrativo, tambén queremos saber da Sesau o que está ocorrendo na UPA”, disse.

A respeito do caso a Secretaria Estadual de Saúde também se pronunciou e disse que determinou a apuração dos fatos e que tomará as medidas cabíveis, caso necessárias, após a conclusão do processo (veja a nota na íntegra a baixo).

Sepultamento

O corpo de Carlos Miguel Ferreira do Nascimento foi velado e sepultado na cidade de União dos Palmares, terra natal de seus familiares.

Nesta segunda-feira, os familiares registraram queixa na delegacia do 5º Distrito.

SESAU

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) esclarece que determinou a apuração dos fatos relacionados ao atendimento do paciente C.M.F.N., de 10 anos, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Tabuleiro, e que tomará as medidas cabíveis, caso necessárias, após a conclusão do processo.

Fonte: www.alagoas24horas.com.br/1412047/conselho-quer-apuracao-de-morte-de-crianca-e-inspecao-em-upa