A candidatura, Raimundo de Oliveira Filho, o Raimundinho do Lídio (Republicanos), eleito prefeito do município de Paulino Neves em 2020, foi cassada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deu provimento a recursos especiais interpostos pelo Ministério Público Eleitoral, determinando em sua sentença a realização de nova eleição para o cargo. A candidatura de Raimundinho do Lídio estava indeferida com recurso no TSE. Isso ocorre quando o candidato não é regular e com pedido de registro julgado indeferido; no entanto, havia recurso interposto contra essa decisão e aguardava julgamento pela instância superior.

Anteriormente à decisão, a justiça eleitoral do Maranhão já havia analisado pelo menos três pedidos de impugnação contra a candidatura de Raimundinho do Lídio, e considerou a posição do Ministério Público Eleitoral, que deu parecer favorável à impugnação da candidatura julgada pela Justiça da Comarca de Tutóia. As ações de Impugnação de Registro de Candidatura consideram que na época Raimundinho estava inelegível, por conta de processo administrativo disciplinar, onde verificou-se a concessão irregular de benefícios de natureza previdenciária enquanto Raimundinho atuava como Analista do Seguro Social na Agência do INSS em Tutóia. Por consequência do ocorrido foi demitido do cargo, o que o enquadrava como ficha suja. A justiça também considerou o fato de o candidato não ter apresentado toda a documentação necessária à aprovação do pedido.

A interposição das impugnações da candidatura de Raimundo Lídio foram apresentadas, respectivamente, pelo Partido Social Cristão (PSC), pelo Partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB), e pela Coligação Para Continuar Avançando (PSC/Podemos), todos do município de Paulino Neves, como afirma a Justiça Eleitoral da Comarca de Tutóia.

Vale ressaltar que Raimundinho do Lídio chegou a garantir a candidatura no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, mas agora caiu no TSE. A decisão do Moraes é do dia 11 de maio, mas foi publicada apenas nesta segunda-feira, 31. Nas eleições de 2020, Raimundinho do Lídio, do Republicanos, foi eleito prefeito de Paulino Neves com 50,02% do votos ao final da apuração. Foram 5.709 votos no total. Raimundinho do Lídio derrotou Roberto Maués, do PSC, que ficou em segundo lugar com 48,17%. A eleição em Paulino Neves teve 0,47% de votos brancos, 2,35% nulos e 18,72% abstenções. 

Raimundinho do Lídio tem 46 anos, é solteiro, tem ensino superior completo e declarou ao TSE ocupação de economista. Tem bens declarados de R$ 330.000,00. E a sua vice-prefeita pela Coligação “Juntos Somos Mais Fortes”, foi Raimundinha do Sindicato, do PT, 31 anos.  Com a cassação da candidatura do TSE, naufragar o sonho de Raimundinho do Lídio.

Fonte: oimparcial.com.br/cidades/2021/06/municipio-de-paulino-neves-tera-nova-eleicao-para-prefeito