Ceará apresenta aumento de 90,9% nas apreensões de drogas nos oito primeiros meses do ano – Governo do Estado do Ceará

Ceará apresenta aumento de 90,9% nas apreensões de drogas nos oito primeiros meses do ano

Ascom SSPDS

De janeiro a agosto, foram 3,4 toneladas de entorpecentes retiradas de circulação em território cearense

Aliadas ao uso da inteligência, as ações ostensivas e investigativas realizadas pelas Forças de Segurança do Ceará resultaram no aumento de 90,9% no total de drogas apreendidas nos oito primeiros meses de 2021. No ano passado, durante o mesmo período, 1,8 tonelada de drogas foi retirada de circulação. Já em 2021, o número quase que triplicou e culminou em quase 3,5 toneladas de drogas apreendidas. Somente nos primeiros 13 dias de setembro deste ano, quase uma tonelada de entorpecentes já foi apreendida durante trabalhos investigativos e abordagens desempenhadas pelas Polícias Civil e Militar.

Para o titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Sandro Caron, o resultado positivo se dá pela estratégia em priorizar o trabalho integrado entre as Polícias Civil e Militar, além de aproximá-las da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS. Ele também destacou a importância do aumento das apreensões de drogas no que concerne ao combate à criminalidade.

“Nosso principal objetivo é o combate aos homicídios e aos crimes realizados por grupos criminosos atuantes em nosso Estado. Nossas ações investigativas mostraram que grande parte dos crimes ocorridos se deram pelo envolvimento de pessoas com o tráfico de drogas. Com isso, investimos na intensificação das ações operacionais e investigativas realizadas pelas nossas Polícias Civil e Militar. Nossa estratégia foi aproximá-las das áreas de inteligência. Dessa forma, identificamos os chefes desses coletivos criminosos e os retiramos de circulação. Com as prisões das principais chefias, enfraquecemos esses grupos criminosos e cortamos o principal recurso e a fonte de renda que eles possuem: a comercialização de entorpecentes”, disse ele.

Outra estratégia adotada pelo Estado foi o investimento na segurança pública com o pagamento de horas extras aos policiais militares e civis. “Hoje, temos mais equipes nas ruas trabalhando para retirar de circulação pessoas envolvidas em crimes e para dar uma sensação maior de segurança à população cearense. Nossa prioridade sempre será trabalhar para combater a criminalidade”, concluiu o gestor da SSPDS.

Somente em agosto último, 376,1 quilos de drogas foram apreendidos. O número mostra um aumento de 65% quando comparado com o mesmo mês de 2020, quando 227,7 quilos de entorpecentes foram apreendidos em todo o Estado. Os dados foram compilados pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) da SSPDS.

O balanço dos dados também é positivo no acumulado dos primeiros 13 dias de setembro, quando quase uma tonelada de drogas foi retirada de circulação pelas Forças de Segurança. Ao todo, 948,6 quilos de materiais ilícitos foram apreendidos.

Em uma dessas ações ostensivas, a Polícia Militar do Ceará (PMCE) apreendeu 800 quilos de entorpecentes. A ofensiva ocorreu, no último dia 11 deste mês, no bairro Parangaba – Área Integrada de Segurança 5 (AIS 5) de Fortaleza. Já no âmbito da Polícia Judiciária, equipes do 16º Distrito Policial (DP) da PC-CE apreenderam 40 quilos de maconha, que estavam acondicionados em um veículo, na noite desse domingo (12). O trabalho investigativo ocorreu no bairro Pedras (AIS 3).

 

Voltar ao topo

Fonte: www.ceara.gov.br/2021/09/15/ceara-apresenta-aumento-de-909-nas-apreensoes-de-drogas-nos-oito-primeiros-meses-do-ano