Deputado Yglésio denuncia falta de professores e critica qualidade do ensino de São Luís

O deputado estadual Yglésio Moyses (PROS), em discurso na Assembleia Legislativa do Maranhão, na manhã desta terça-feira (24), fez uma denúncia sobre a educação municipal ludovicense. De acordo com o parlamentar, duas turmas do 3º ano do ensino fundamental da UEB Odylo Costa Filho, no bairro Alto da Esperança, estão sem professor desde o início do ano letivo.

A Unidade de Ensino Básico Odylo Costa Filho é a única escola do bairro, com cerca de 50 alunos matriculados. De acordo com informações enviadas pelos pais ao deputado, além da falta de professor, os pais também denunciaram a forma como a escola tem conduzido a aplicação do conteúdo aos alunos.

“As aulas estão limitadas ao uso de uma apostila. Os pais pegam o material na escola e levam para casa. Eles ficam, praticamente, com a obrigação de dar aula às crianças em casa. Por quê? Porque não existe um acompanhamento presencial. Essas apostilas são reaproveitadas de outras turmas, os pais não são orientados quanto à metodologia das aulas e não possuem nenhum tipo de acompanhamento, nem por WhatsApp”, disse Yglésio.

Ainda durante seu pronunciamento, o deputado ressaltou que os pais têm receio de denunciar e sofrer consequências em função do autoritarismo da atual gestão da escola.

Frente à situação, Yglésio comparou o ensino privado e o público, destacando os prejuízos que os alunos da educação pública estão tendo no momento de pandemia.

Segundo o deputado, mesmo quem tem condição de pagar uma escola particular já não consegue ter a mesma qualidade de aprendizado que tinha antes da pandemia. “Na escola pública, chega-se ao ponto de não ter o básico, nem o mínimo remoto. Se eles não tem nem o ensino remoto funcionando, a gente não vai poder cobrar desse aluno, um determinado desempenho”, pontuou.

Yglésio ainda crititou a confiabilidade dos critérios de aprovação nas escolas públicas da capital maranhense. “Aprovam-se alunos quase que automaticamente aqui, em São Luís. Nada justifica o IDEB que a gente tem com índice de 96% de aprovação escolar”, frisou. O parlamentar cobrou providências do município diante das pendências na educação pública.

Fonte: oimparcial.com.br/noticias/2021/08/deputado-yglesio-denuncia-falta-de-professores-e-critica-qualidade-do-ensino-de-sao-luis