Pacientes com hipertensão que retiram medicamentos na rede pública são cadastrados para receber vacina contra Covid-19

Da Redação

Salvador tem registrado uma baixa procura da vacinação contra a Covid-19 por parte dos portadores de doenças crônicas (comorbidades) elegíveis pelo Plano Nacional de Imunização. Dos 136 mil indivíduos cadastrados na lista da Secretaria Municipal da Saúde, apenas 38 mil compareceram aos pontos de imunização para receber a dose do imunizante.

O desconhecimento de alguns indivíduos tanto em relação ao direito de acesso à vacina – ao seu quadro clínico de saúde – ou a inclusão do nome na lista de contemplados pode ser um dos motivos da baixa adesão, de acordo com a prefeitura.

Para facilitar o acesso desse público às doses, a Secretaria Municipal da Saúde inicia o cadastro automático dos portadores de hipertensão, doença conhecida popularmente como pressão alta, que retiram quatro ou mais medicamentos de uso contínuo para tratamento do agravo nos postos de saúde da rede SUS – Sistema Único de Saúde em Salvador.

A orientação da pasta é que esses pacientes acessem o site: http://www.saude.salvador.ba.gov.br/servicos/servicos-online/vacinacao-grupos-prioritarios/ para confirmar se o nome está na lista do grupo prioritário e se dirijam rapidamente aos pontos de vacinação da cidade para receber a primeira dose do imunizante.

No momento, estão habilitadas para imunização os portadores de pressão alta com idade igual ou superior a 40 anos.

Lista de unidades para vacinação das pessoas com doenças crônicas (comorbidades):

Drivers: Atakadão Atakarejo (Fazenda Coutos); Parque de Exposições; FBDC Cabula; 5ª Centro de Saúde; Vila Militar (Dendezeiros) e Arena Fonte Nova.

Ponto Fixo: FTC Paralela, USF Curralinho, USF Santa Luzia, USF Federação, USF Fernando Filgueiras (Cabula VI), USF Cajazeiras X, USF Itapuã, USF Vale do Matatu, 5ª Centro de Saúde; USF Vista Alegre, UBS Nelson Pihaui Dourado; USF Resgate e USF Plataforma.

Fonte: www.todabahia.com.br/pacientes-com-hipertensao-que-retiram-medicamentos-na-rede-publica-sao-cadastrados-para-receber-vacina-contra-covid-19