Rapidez da vacinação em São Luís gera migração de pessoas do interior

Engenheiro, 38 anos, morando atualmente na cidade de Pinheiro, M.J (usamos a sigla a pedido) chegou em São Luís nesta semana depois que começou a vacinação para profissionais da área, que está acontecendo no Sesi Araçagi. Assim como M.J, outros profissionais estão migrando para São Luís para se vacinar com a primeira dose contra a Covid-19.

“Não vejo problema, estou morando em Pinheiro, mas sou de São Luís, meus pais moram lá, então aproveitei para me vacinar”, contou M.J.

Assim como ele, R.F, jornalista, 28 anos, que trabalha em uma cidade na região dos Cocais, se prepara para vir para São Luís. Desde o último sábado São Luís está vacinando os profissionais da imprensa.

“Sou jornalista, estou na ativa, então, mais do que justo que me vacine. Minha família mora em São Luís e eu tenho motivos de sobra para querer a primeira dose. Meu tio faleceu há 3 meses de Covid”, lamenta.

O comerciário J.P, 44 anos, que mora em Anajatuba, também veio a São Luís e já se vacinou. “Sempre morei em São Luís, e atualmente estou em Anajatuba a trabalho”, disse. “Minha família mora em São Luís”, completou.Esse processo de migração de pessoas vindo para São Luís para receber a primeira dose do imunizante contra a Covid-19 vem sendo observado nos últimos dias quando a vacinação se estendeu para profissionais da comunicação, arquitetos e engenheiros, da construção civil, e também com a ampliação do público por faixa etária, cadastrados pela plataforma Vacina São Luís.

Em coletiva no último dia 4, o governador Flávio Dino reforçou a ampliação dos grupos e novas medidas de combate à doença.  Com a ampliação do público, o Governo aumentou o número de postos para imunização. No Shopping Pátio Norte, pessoas com 40 anos ou mais podem vacinar, das 8h às 20h.

Segundo a Prefeitura de São Luís, pelo menos 15 mil pessoas devem ser vacinadas por dia. Até o dia 3 de junho, 422.305 doses de vacina já haviam sido aplicadas na capital.  Desde a última semana, os pontos de vacinação foram ampliados. Coordenados pela Secretaria Municipal de Saúde são 9 pontos, e em alguns deles o horário de atendimento também foi estendido para até 20h. É o mutirão para vacinar o maior número de pessoas possível.

“Com a expansão dos locais de vacinação pela cidade vamos poder vacinar mais pessoas em menor tempo e facilitar o acesso do cidadão à vacina. Já temos outros pontos mapeados na cidade para a expansão dos locais de vacinação, com isso São Luís certamente continuará na vanguarda entre as capitais do País que mais vacina”, disse o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, quando da inauguração dos pontos de vacina na Universidade Estadual do Maranhão.

O mutirão faz parte das estratégias definidas pela Prefeitura no Plano Municipal de Vacinação para garantir cobertura vacinal ampla e rápida à população. Desde o dia 31 de maio, estão sendo atendidas duas faixas etárias por dia.

O Maranhão já soma 3,23 milhões de doses recebidas e 1,84 milhão aplicadas. Municípios com 85% ou mais de aplicação das doses receberão novas remessas de vacinas. A gestão reforça o cronograma com um mutirão de vacinação, que chegará a 11 municípios. A SES coordena na Região Metropolitana quatro postos de vacinação: IEMA Cintra, Sesi Araçagi, Shopping Pátio Norte e unidade móvel do Sesi.

Fonte: oimparcial.com.br/cidades/2021/06/rapidez-da-vacinacao-em-sao-luis-gera-migracao-de-pessoas-do-interior