Das 26 mortes por Covid-19 nesta quarta, 13 pacientes tinham comorbidades

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 07/07/2021 18:37 | Atualizado em: 07/07/2021 19:06

Foto: SAJJAD HUSSAIN / AFPA Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quarta-feira (07), 1.759 novos casos da Covid-19. Entre os confirmados, 75 (4%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.684 (96%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 563.264 casos confirmados da doença, sendo 50.227 graves e 513.037 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.Além disso, o boletim registra um total de 480.812 pacientes recuperados da doença. Desses, 28.904 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 451.908 eram casos leves. Também foram confirmados laboratorialmente 26 novos óbitos, sendo 16 masculinos e 10 femininos, ocorridos entre os dias 29 de abril de 2021 e 06 de julho de 2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Camaragibe (4), Flores (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Olinda (1), Orobó (1), Pedra (1), Pesqueira (1), Petrolina (1), Recife (10), Santa Maria da Boa Vista (1), São Lourenço da Mata (1), Serra Talhada (2) e Trindade (1). Com isso, o Estado totaliza 17.979 mortes pela doença.Os pacientes tinham idades entre 38 e 103 anos. As faixas etárias são: 30 a 39 (2), 40 a 49 (1), 50 a 59 (4), 60 a 69 (8), 70 a 79 (5), 80 ou mais (6). Do total, 13 tinham doenças preexistentes: doença cardiovascular (8), diabetes (4), hipertensão (2), obesidade (1), câncer (1), etilismo/histórico de etilismo (1) e doença respiratória (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais seguem em investigação.Balanço da vacinaçãoDe acordo com o governo do estado, Pernambuco já aplicou 4.492.504 doses de vacinas contra a Covid19 na sua população, desde o início da campanha de imunização no Estado. Desse total, 1.190.256 pernambucanos completaram seus esquemas vacinais, sendo 1.102.599 pessoas que foram vacinadas com imunizantes aplicados em duas doses e outros 87.657 pernambucanos que foram contemplados com vacina aplicada em dose única. Em relação às primeiras doses, foram 3.302.248 aplicações. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 306.651 trabalhadores de saúde; 26.073 povos indígenas aldeados; 43.367 em comunidades quilombolas; 7.700 idosos em Instituições de Longa Permanência; 671.630 idosos de 60 a 69 anos; 602.957 idosos de 70 e mais; 1.554 pessoas com deficiência institucionalizadas; 397.350 pessoas com comorbidades; 31.010 pessoas com deficiência permanente; 58.329 gestantes e puérperas; 320.309 trabalhadores de serviços essenciais; 1.078 pessoas em situação de rua; 23.996 pessoas privadas de liberdade, além de 810.244 pessoas de 18 a 59 anos.Em relação às segundas doses, já foram beneficiados 222.098 trabalhadores de saúde; 25.804 povos indígenas aldeados; 22.123 em comunidades quilombolas; 5.785 idosos institucionalizados; 317.316 idosos de 60 a 69 anos; 499.530 idosos de 70 anos e mais; 1.181 pessoas com deficiência institucionalizadas; 3.253 pessoas com comorbidades; 5.509 trabalhadores de serviços essenciais; totalizando 1.102.599 pernambucanos.Em relação à dose única, foram beneficiadas 1.125 idosos de 60 a 69 anos; 3.502 idosos de 70 anos e mais; 659 pessoas com comorbidades; 102 pessoas com deficiência permanente; 7.965 trabalhadores de serviços essenciais; 153 pessoas em situação de rua, além de 74.151 pessoas de 18 a 59 anos. TAGS: boletim | covid-19 | óbitos | mortes | comorbidades | Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Fonte: www.diariodepernambuco.com.br/noticia/vidaurbana/2021/07/das-26-mortes-por-covid-19-nesta-quarta-13-pacientes-tinham-comorbida.html