Enfermeiro é suspeito de estuprar cunhada em hospital de Teresina

Um enfermeiro é suspeito de dopar e estuprar uma mulher dentro de um hospital particular, localizado no Centro de Teresina, enquanto ela acompanhava um paciente.

De acordo com a titular da Delegacia de Proteção dos Direitos da Mulher (DEAM), a delegada Vilma Alves, o crime ocorreu no dia 30 de outubro, quando a mulher de 44 anos acompanhava o sogro que estava internando no hospital após realizar uma cirurgia na bexiga.

Segundo a delegada, a vítima relatou que teria sido dopada pelo enfermeiro com calmantes. No depoimento, a mulher comenta que lembra que durante o crime se debatia, e afirma que o enfermeiro suspeito da ação é cunhado dela. A Polícia Civil investiga o caso.

Por meio de nota, o Hospital São Marcos afirma que repudia qualquer tipo de violência contra a mulher, e após tomar conhecimento do caso irá tomar as medidas cabíveis nos termos da Lei.

Confira a nota do Hospital São Marcos:

O Hospital São Marcos, após tomar conhecimento de grave denúncia através da imprensa, esclarece ao público que não existe a prática de administração de quaisquer medicamentos para acompanhantes de pacientes. Caso isso tenha ocorrido, foi a partir de uma situação específica, relação pessoal de confiança que havia entre a vítima e o suposto agressor. O hospital repudia qualquer tipo de violência contra mulheres, menores, incapazes, idosos e quaisquer outros vulneráveis, está à disposição da Justiça e tomará as providencias cabíveis de maneira rigorosa, nos termos da Lei.

Fonte: www.viagora.com.br/noticias/enfermeiro-e-suspeito-de-estuprar-cunhada-em-hospital-de-teresina-84917.html