Flamengo goleia o Madureira por 5 a 1 e reassume liderança

Flamengo reassumiu a liderança do Campeonato Carioca após golear por 5 a 1 o Madureira na noite desta segunda-feira (5), em Volta Redonda. Com o resultado, os rubro-negros chegaram a 19 pontos e seguem na ponta. Já o Tricolor Suburbano sofreu seu primeiro revés e segue com 11, em 5º lugar.

O Flamengo massacrou o Madureira no primeiro tempo e foi para o intervalo com 4 a 0 no placar. Gabigol, duas vezes, Gerson e Diego marcaram para os rubro-negros. No segundo tempo, o Madureira marcou uma vez, com Luiz Paulo. Já os flamenguistas ainda fizeram outro, com Arrascaeta.

Com mais duas bolas na rede, Gabigol chegou aos 73 gols com a camisa do Flamengo, marca que o coloca (ao lado de Renato Abreu) no posto de maior artilheiro do clube no século 21.

Na próxima rodada, o Flamengo terá pela frente o clássico contra o Flamengo, no dia 14 de abril, no Maracanã. Já o Madureira encara o Boavista, no domingo, em Conselheiro Galvão.

O Flamengo dominou o confronto desde os primeiros minutos. Só que o Madureira também buscava o ataque deixando o confronto aberto. Os rubro-negros desperdiçaram chances incríveis de abrir o placar aos 13 minutos. Bruno Henrique aproveitou cruzamento e cabeceou na trave. No rebote, Diego também acertou a trave adversária.

Só que aos 16 minutos, o Flamengo marcou o primeiro no Raulino de Oliveira. Breno derrubou Bruno Henrique na área e o árbitro marcou pênalti. Gabigol cobrou sem chance para Felipe Lacerda.

O Madureira quase empatou em seguida, com Nivaldo, mas o meia chutou em cima de Diego Alves. O Flamengo respondeu em grande estilo aos 21 minutos. Gerson recebeu cruzamento na área, dominou e chutou no canto.

Gabigol marcou 2 gols na partida contra o Madureira Foto: Marcelo Cortes 

Gabigol marcou 2 gols na partida contra o Madureira Foto: Marcelo Cortes 

O segundo revés foi sentido pelo Madureira, que viu o Flamengo iniciar um bombardeio no gol. Os rubro-negros desperdiçaram várias boas chances de ampliar o placar. Os flamenguistas só chegaram ao terceiro aos 28 minutos. Rodrigo Caio cabeceou em cima de Felipe Lacerda, mas Gabigol pegou o rebote e mandou para a rede.

Na parte final, o jogo voltou a ficar aberto. Flamengo e Madureira se alteraram no ataque e perderam boas chances. Mesmo assim, os rubro-negros foram mais objetivos e marcaram o quarto gol aos 43 minutos. Diego aproveitou passe na entrada da área e chutou colocado para a rede para decretar a goleada no intervalo.

No segundo tempo, o duelo continuou movimentado. O Madureira conseguiu seu go aos 12 minutos. Luiz Paulo aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou para a rede.

Só que o Flamengo não se abalou com o revés e chegou ao quinto gol aos 18 minutos. Arrascaeta foi lançado, passou pelo marcador na área e chutou no canto.

Depois do novo revés, o Madureira sentiu o golpe e diminuiu o ritmo. O Flamengo seguiu tendo o domínio do jogo, mas também passou a se poupar e administrar o resultado.

O panorama da partida continuou o mesmo nos minutos finais. O Flamengo se mostrou satisfeito com o placar e saiu do Raulino de Oliveira com mais três pontos no Campeonato Carioca.

FICHA TÉCNICA
MADUREIRA 1 X 5 FLAMENGO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: Segunda-feira, 02 de abril de 2021
Hora: 21h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Carvalhães de Miranda
Assistentes: Gabriel Conti Viana e Thiago Gomes Magalhães
Cartões amarelos: Breno (Madureira); Willian Arão, Gabigol, Rodrigo Muniz, Bruno Henrique e Vitinho (Flamengo)
Cartão vermelho: Bruno Oliveira (Madureira)
GOLS
MADUREIRA: Luiz Paulo, aos 12min do segundo tempo
FLAMENGO: Gabigol, aos 16 e 28min do primeiro tempo; Gerson, aos 21min do primeiro tempo; Diego, aos 43min do primeiro tempo; Arrascaeta, aos 18min do segundo tempo.

FLAMENGO: Diego Alves, Isla (Vitinho), Willian Arão, Rodrigo Caio (Bruno Viana) e Filipe Luís; Diego Ribas (Hugo Moura), Gerson (João Gomes) e Arrascaeta; Everton Ribeiro (Rodrigo Muniz), Gabigol e Bruno Henrique
Técnico: Rogério Ceni

MADUREIRA: Felipe Lacerda, Rhuan (Bruno Oliveira), Maurício Barbosa, Breno e Juninho; Victor Feitosa (Humberto), Rodrigo Yuri e Nivaldo (Eberson); Silas, Bruno Santos (Gutemberg) e Luiz Paulo
Técnico: Alfredo Sampaio

meionorte.com – Foto: Thiago Ribeiro