Movimentos querem impeachment de Paulo Guedes por política de destruição

São Paulo – O pedido de impeachment contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, tem como objetivo frear a “política desastrosa que leva o país à destruição”. De acordo com Denise Carreira, porta-voz da Coalizão Direitos Valem Mais, Guedes cometeu crimes de responsabilidade durante a pandemia de covid-19.

Na última quinta-feira (7), a Coalizão Direitos Valem Mais e a Plataforma de Direitos Humanos Dhesca Brasil ingressaram com pedido de impeachment do ministro da Economia, Paulo Guedes, no Supremo Tribunal Federal (STF). Treze entidades assinam a peça.

A porta-voz da entidade afirma que ministro implementou intencionalmente uma política econômica para fragilizar a capacidade do Estado brasileiro de enfrentar a pandemia. “Ele contribuiu para a fragilização do isolamento social e aumento das mortes. Além disso, ele é o principal defensor de uma política econômica que corta recursos das áreas sociais, o que prejudica ainda mais as condições de vida e aumenta a pobreza”, afirmou Denise ao jornalista Glauco Faria, da Rádio Brasil Atual, nesta segunda (11).

Um dos principais pontos da ação diz respeito à falta de previsão no orçamento de 2021 de recursos para o enfrentamento da crise sanitária. Até agosto deste ano estão concentradas aproximadamente 65% das mortes e 62% dos contaminados pelo coronavírus desde o início da pandemia.

“Com sua autonomia, ele propôs um orçamento que não considerava mais a pandemia, que terá efeitos de médio e longo prazo. Ele nega a crise sanitária. Além disso, ele criou obstáculos para repasses ao Sistema Único de Saúde (SUS). É uma política perversa que está destruindo o país”, criticou Denise.

Desassistência de Guedes

A ação menciona o caso da offshore descoberta em nome do ministro nas revelação do Pandora Papers. Mas destaca que “há condutas ainda mais graves – com impacto social devastador – que merecem a devida atenção deste tribunal”. São listadas na petição “ações e omissões” do ministro Paulo Guedes para promover a deliberada propagação da pandemia, aderindo à estratégia de “imunidade de rebanho“.

Denise Carreira acrescenta ainda que a suspensão do auxílio nos primeiros meses de 2021, quando a pandemia bateu seu pico, contribuiu para que muitas famílias fossem às ruas em busca de sobrevivência. “Por trás disso está o aumento dos recursos que vão para a elite financeira. Portanto, essa política da fome e da destruição tira dinheiro das áreas sociais e repassa para o setor financeiro, que inclusive o ministro faz parte com sua offshore. Isso é uma lógica perversa”, lamentou.

A porta-voz da coalizão acrescenta que pedido de impeachment contra Paulo Guedes é uma maneira de retirar a blindagem que o ministro tem através da imprensa tradicional. “A política econômica está blindada. Com esse pedido de impeachment, a nossa coalizão tenta chamar a atenção da população para que se discuta a economia. Estamos diante de uma política desastrosa que leva o país à destruição. Sempre a população mais pobre é a prejudicada”, acrescentou.

Fonte: www.redebrasilatual.com.br/politica/2021/10/impeachment-paulo-guedes-politica-desastrosa-pais-destruicao