Seleção feminina de futebol estreia às 5h contra a China. Quem são elas

São Paulo – A abertura oficial dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 será no domingo, mas na madrugada desta quarta-feira já tem estreia brasileira, quando, às 5h (horário de Brasília), China x Brasil abre o torneio de futebol feminino. A seleção brasileira feminina de futebol levou ao Japão 11 atletas que atuam no país: são quatro do Corinthians, três do Palmeiras, duas no São Paulo, uma do Internacional e uma do Avaí/Kindermann (SC). Outras 11 jogadoras atuam em clubes de Espanha (5), Estados Unidos (3), Alemanha, Itália e Portugal (1 em cada país). A sueca Pia Sundhage é a treinadora. 

(Arte: Wikipedia)

O caminho do ouro…

O futebol feminino terá uma fase de grupos com 12 seleções divididas em três chaves (E, F e G), com quatro times em cada uma. Nos grupos de A a D estão as 20 seleções masculinas. O Brasil está no grupo D e estreia nesta quinta (22) contra a Alemanha, às 8h30.

Além da China, o grupo feminino do Brasil tem ainda Holanda e Zâmbia, que se enfrentam também nesta quarta, às 8h30. A segunda rodada será no sábado, com China x Zâmbia, às 5h, e Brasil x Holanda, às 8h. Brasil x Zambia e China x Holanda encerram a fase do grupo F na próxima terça, dia 27, sendo ambas as partidas às 8h30.

O grupo E tem Canadá, Chile, Grã-Bretanha e Japão. E o grupo G tem Austrália, Estados Unidos, Nova Zelândia e Suécia. Classificam-se para as quartas de final, marcadas para o dia 30, os times que terminarem em primeiro e segundo lugar de cada grupo, além dos dois melhores terceiros. As semifinais serão jogadas em 2 de agosto, e a final, no dia 5 – assim como a disputa do bronze.

A seleção feminina de futebol do Brasil já disputou sete olimpíadas, mas nunca conseguiu a medalha de ouro. Até chegou bem às finais de 2004, com a então estreante Marta aos 18 anos – eleita seis vezes melhor jogadora do mundo. Mas acabou perdendo para os Estados Unidos por 2 x 1 e ficou com a prata. As norte-americanas derrotariam novamente o Brasil em Pequim, em 2008, por 1 x 0.

Em 2016, no Rio de Janeiro, quando a seleção masculina ganhou seu primeiro ouro olímpico depois de jogar mal a fase de grupos, houve outra decepção. A seleção feminina de futebol, que mandou muito bem na fase inicial, acabou terminando em quarto. A competição havia sido a de despedida da veterana Formiga, depois de seis participações em Olimpíada, desde 1996, am Atlanta. Mas a meia, recordista de jogos em Olimpíadas, 29, se dará a sétima chance agora no Japão.

Das 22 jogadoras do Brasil, nove não têm nada a ver com o tabu, pois estão participando pelo primeira vez de uma Olimpíada. São elas: Letícia Izidoro (goleira), as laterais Jucinara e Letícia Santos, as meias Angelina, Júlia Bianchi e Duda e as atacantes Giovana, Geyse e Ludmila.

Prováveis escalações

China: Shimeng; Haiyan, Guiping, Yuping e Xiaoxue; Shuang, Xin, Yan e Lina; Shanshan e Man. Técnico: Jia Xiuquan

Brasil: Bárbara; Tamires, Rafaelle, Erika e Benites; Duda, Júlia e Formiga; Marta, Debinha e Beatriz. Técnica: Pia Sundhage

Onde ver: a partida terá transmissão pela Globo, Sportv e BandSports

Fonte: www.redebrasilatual.com.br/esportes/2021/07/selecao-feminina-de-futebol-estreia-as-5h-contra-a-china-quem-sao-elas