Consumidores buscam alternativas para driblar a inflação

A alta dos preços é sentida por todos, seja nos supermercados ou nos postos de combustíveis. Com isso, consumidores têm buscado alternativas para driblar a inflação.

A aposentada Maria Irenice Osartchuk, por exemplo, disse à CNN que usa a criatividade para driblar a carne bovina, que ficou 40% mais cara nos últimos meses. “Partimos para o frango e a carne suína”, afirmou.

Já o motorista de aplicativo Cristiano Gomes Soares explicou que uma das soluções no trabalho tem sido buscar as corridas mais curtas. Desde o começo do ano, a gasolina acumula uma alta de 31,09%.

Na mesma função há cinco anos, Ana Paula Oliveira não viu outra alternativa a não ser trabalhar mais seis horas por dia, chegando a 14 horas de trabalho. “Trabalho muito mais para poder lucrar mais e conseguir cobrir as despesas”, disse.

A previsão do mercado financeiro para a inflação de 2021 atingiu 8%, na 23ª alta na projeção para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). É a primeira vez no ano que as estimativas atingem este patamar.