Edital de Programa Médicos pelo Brasil destina 77 vagas para Alagoas; confira – Alagoas 24 Horas: Líder em Notícias On-line de Alagoas

O edital do Programa Médicos pelo Brasil, que substituirá gradativamente o Mais Médicos no País, que foi publicado na última sexta-feira (31) destina 77 vagas para 27 cidades em Alagoas. As inscrições começam às 10h do dia 10 de janeiro, e vão até às 23h de 6 de fevereiro, no horário de Brasília. Os municípios…

O edital do Programa Médicos pelo Brasil, que substituirá gradativamente o Mais Médicos no País, que foi publicado na última sexta-feira (31) destina 77 vagas para 27 cidades em Alagoas. As inscrições começam às 10h do dia 10 de janeiro, e vão até às 23h de 6 de fevereiro, no horário de Brasília.

Os municípios contemplados são: Joaquim Gomes, Porto Real do Colégio, Junqueiro, Santana do Mundaú, São José da Laje, Colônia Leopoldina, União dos Palmares, Mata Grande, Belo Monte, Olho D’Água do Casado, Canapi, Água Branca, Estrela de Alagoas, Inhapi, Pão de Açúcar, Girau do Ponciano, São José da Tapera, Olivença, Maravilha, Lagoa da Canoa, Palestina, Dois Riachos, Craíbas, Limoeiro de Anadia, São Sebastião, Piranhas, Santana do Ipanema.

Reprodução

imagem02-01-2022-23-01-28
imagem02-01-2022-23-01-28

Programa Médicos pelo Brasil

Funcionamento

Para os candidatos a tutores médicos, a carga horária semanal é de 40 horas, distribuídas entre atividades assistenciais e de ensino e serviço, e o salário base é de R$ 12,6 mil, sendo a remuneração ampliada por benefícios. Os profissionais vão contar com todos os benefícios sociais e trabalhistas da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), bem como incentivos financeiros e não financeiros previstos no Plano de Cargos, Carreira e Salários da Adaps, aprovado nos termos da Resolução Nº 6 do Conselho Deliberativo, de 20 de dezembro de 2021.

Entre eles, estão o incentivo de ensino e serviço (para contribuir com a formação dos médicos do estágio experimental remunerado), que pode chegar a R$ 1,4 mil além do incentivo de desempenho, que resulta em adicional de 11% a 25% sobre o salário base. Além desses benefícios, os médicos que optarem pela atuação em localidades remotas ou DSEI, poderão ganhar incentivo de R$ 3 mil ou R$ 6 mil. Dessa forma, os profissionais podem ter o salário acrescido em até R$ 9,8 mil.

Já os médicos que concorrerão para o ingresso no estágio experimental remunerado (médicos bolsistas que cumprirão a etapa preliminar à efetivação como médico de família e comunidade), receberão bolsa formação para atuarem nas atividades assistenciais e se aperfeiçoarem para o atendimento na Saúde da Família (40 horas assistenciais e 20 horas formativas). A remuneração é de R$ 12 mil podendo ser acrescida dos incentivos para atuação em localidades remotas ou DSEI (R$ 3 mil ou R$ 6 mil) e outros a serem pactuados com gestores do SUS.

Podem participar médicos que estejam devidamente registrados junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM). No caso dos candidatos a tutores médicos, também deverá ser apresentado um certificado de conclusão de residência em medicina de família e comunidade ou clínica médica ou título de especialista em medicina de família e comunidade ou em clínica médica, emitidos pela Associação Médica Brasileira (AMB).

Inscrição

No ato da inscrição, o candidato deverá optar pelo cargo, UF/macrorregião e até três municípios de lotação (por ordem de preferência) integrantes da macrorregião a que vai concorrer. O valor da inscrição será de R$ 53, e o boleto deverá estar pago até o dia 7 de fevereiro. Os candidatos que precisarem de isenção, deverão solicitá-la entre os dias 10 e 12 de janeiro às 23h. Para pessoas com deficiência, é destinado 5% das vagas.

As provas objetivas serão realizadas em todas as capitais do País no dia 6 de março, com duração de 4 horas (as provas para tutores serão pela manhã, e para os médicos, à tarde). A consulta do local de prova poderá ser feita no site do IBFC a partir de 28 de fevereiro. Serão avaliados conhecimentos de Língua Portuguesa, conhecimentos do SUS e conhecimentos específicos, em 50 questões que valem 100 pontos.

Para o cargo de tutor, além da prova objetiva, é necessária a prova de títulos. Os documentos deverão ser encaminhados on-line, via link específico a ser divulgado pelo IBFC, na aba “Editais e Publicações Oficiais”, de 7 de fevereiro até as 17h do dia 9. A experiência profissional vale até 5 pontos, e a de títulos acadêmicos, também até 5 pontos.

Para mais informações: 

Fonte: www.alagoas24horas.com.br/1408597/edital-de-programa-medicos-pelo-brasil-destina-77-vagas-para-alagoas-confira