Iury Castilho denuncia injúria racial após vitória do CSA sobre o Cruzeiro

Iury Castilho, do CSA, denunciou nesta segunda-feira que foi vitima de injúria racial. Autor do gol que definiu a vitória do time alagoano sobre o Cruzeiro, por 2 a 1, neste domingo, o atacante recebeu diversos xingamentos de um torcedor do clube mineiro em seu Instagram.

O atleta de 26 anos publicou um vídeo na sua rede social mostrando as mensagens enviadas pelo cruzeirense. Além de áudios e mensagens de texto agressivas, o torcedor também enviou emojis de macaco para o jogador.

“Macaco, filho da égua. Respeita, desgraçado, macaco”, falou o homem.

Na comemoração do que deu a vitória de virada do CSA sobre o Cruzeiro, Iury relembrou um áudio de Thiago Neves para o então gestor da Raposa, Zezé Parella. Em 2019, o meia solicitou que a diretoria quitasse parte dos salários atrasados dos jogadores e garantiu que o time iria derrotar a equipe alagoana, o que acabou não acontecendo.

Em nota, o CSA repudiou o ataque sofrido pelo atleta e destacou que “não há espaço para atitudes como essas”.

Confira o comunicado na íntegra

“O Maior de Alagoas repudia os ataques racistas sofridos pelo atleta Iury Castilho, através das redes sociais. Não há espaço para atitudes como essas, pois estamos sempre lutando para que casos assim não acontecem mais e que os responsáveis sejam exemplarmente punidos.

Essa deve ser uma luta diária e de todos nós. Continuaremos almejando a tão sonhada transformação em busca de mais respeito e igualdade. A dignidade e o caráter de alguém jamais deve ser diminuída em virtude da sua raça.

Somos um país múltiplo, que não pode ser omisso em situações como essa. Episódios assim mancham o futebol e a sociedade em sua totalidade, pelo viés racista e ofensivo à dignidade da pessoa.

Recentemente, passamos uma mensagem de apoio ao atleta Celsinho, do Londrina, que também foi vítima de desse preconceito odiento. Temos orgulho em carregar, em um dos mantos, a frase “Diga não ao racismo”.

O futebol é uma arma para transformações de pessoas, e o CSA segue em busca disso. Esperamos que todos os racistas sofram punições severas até que isso acabe. Futebol é paz, amor e alegria.

E temos a certeza que esse ato não representa a torcida do Cruzeiro, que em sua maioria absoluta prega pelo respeito e combate ataques discriminatórios.”

Deixe seu comentário

Fonte: www.gazetaesportiva.com/times/csa/iury-castilho-denuncia-injuria-racial-apos-vitoria-do-csa-sobre-o-cruzeiro