Estas 5 práticas deixam o cérebro saudável e mais jovem; veja quais

O cérebro é um dos órgãos mais importantes do corpo e se preocupar em mantê-lo saudável em qualquer idade é extremamente necessário. É ele que controla as nossas emoções, o raciocínio, a memória, as funções e habilidades motoras e até mesmo a respiração.

Ainda que as mudanças no cérebro só sejam percebidas, em maior grau, com o passar dos anos, cuidar para que ele esteja sempre em forma é uma obrigação. Para te ajudar nisso, separamos 5 práticas que deixam o cérebro saudável e mais jovem, confira quais são.

Leia também

Hábitos para manter o cérebro jovem e saudável

Parece clichê, mas manter hábitos saudáveis é a principal medida para garantir que seu cérebro e o seu raciocínio funcionem de forma saudável por mais tempo.

Não abuse do álcool, evite o tabaco, reduza a quantidade de açúcar no sangue, melhore a dieta com mais saudáveis e adote uma rotina de exercícios regulares.

Um sono de pelo menos oito horas todos os dias é essencial para a saúde cerebral, auxilia na fixação das memórias e na organização dos pensamentos, além de limpar resíduos de consumo de energia gasta em funções cerebrais que, acumuladas, podem danificar os sistemas do cérebro.

A pressão alta, causada muitas vezes pelo excesso de açúcar no sangue, pode provocar sérios danos às funções cerebrais em nível vascular, afetando a chegada do sangue na região do cérebro.

Esses níveis altos de açúcar podem provocar a formação de placas que obstruem o fluxo sanguíneo, levando à perda de tecidos e células cerebrais.

Aprender algo novo é uma ótima opção para manter o seu cérebro ativo e pensante. Iniciar um hobby, aprender um novo , treinar uma habilidade que você sempre quis dominar, podem te trazer mais benefícios do que somente a satisfação pessoal.

Escolher algo novo irá exercitar uma parte do seu cérebro não explorada antes, estimulando o crescimento cognitivo.

Parece besteira falarmos sobre essa prática em um mundo que se vive quase que completamente no digital. Mas estar conectado vai além disso, diz respeito às conexões sociais.

Conexões humanas levam a conversas profundas que, por exemplo, forçam o lobo central do cérebro a processar e interpretar informações. Ao mesmo tempo, o lobo temporal cresce quando ouvimos, codificamos e armazenamos dados para utilizá-los novamente.

O resultado é a ativação de diversas regiões do cérebro que vão garantir o funcionamento saudável deste por mais tempo.

Resultados comprovados cientificamente

Essas são cinco das inúmeras práticas que podem ser adotadas para se garantir um cérebro saudável por mais tempo, e os resultados disso são comprovados cientificamente.

Um realizado pelo Instituto Nacional do Envelhecimento (National Institute on Aging), dos Estados Unidos, comprovou que envelhecer, por si só, não prejudica em larga escala a capacidade cognitiva, mas sim os hábitos que as pessoas adotam ao longo da vida.

Em científica, especialistas da Escola de Medicina de Harvard (Harvard Medical School) foram além, extraíram medidas e hábitos simples que podemos adotar no dia a dia para evitar não só pequenas deficiências cognitivas, mas também problemas mais sérios, como prevenir ou lidar com um acidente vascular cerebral.

Os estudos só mostram que, realmente, é hora de buscar adotar práticas que vão manter o cérebro e a saudáveis e ativos por muito mais tempo. Vamos lá?

Leia também

    Fonte: concursosnobrasil.com/estas-5-praticas-deixam-o-cerebro-saudavel-e-mais-jovem-veja-quais