Estátua da Iracema Guardiã desaba na Praia de Iracema | Portal GCMAIS

FORTALEZA Estátua da Iracema Guardiã desaba na Praia de Iracema Imagens que viralizaram nas redes sociais mostram a escultura caída no chão. Prefeito José Sarto visitou o local. REDAÇÃO GCMAIS Postado em 3 de maio de 2022 Compartilhe: Foto: Reprodução

Na Praia de Iracema, em Fortaleza, a estátua da Iracema Guardiã desabou no início da tarde desta terça-feira (8). Imagens que viralizaram nas redes sociais mostram a escultura caída no chão.

No início da tarde, o prefeito José Sarto visitou o local e compartilhou nas redes sociais a seguinte mensagem:

“Estava em reunião no Paço Municipal nesta tarde quando soube que a estátua “Iracema Guardiã”, do artista plástico Zenon Barreto, havia tombado. Fiquei estarrecido e lamento pelo triste episódio. Fui até a Praia de Iracema e já determinei as medidas imediatas para averiguar o que ocorreu. Pedi um laudo técnico e solicitei imagens do videomonitoramento para a Guarda Municipal. Nossas equipes estão isolando a área e recolhendo a estrutura para realizar o reparo e devolver esse importante símbolo da nossa Cidade o mais breve possível.”

Ainda de acordo com a Prefeitura, técnicos já trabalham para recolher a estrutura da escultura Iracema Guardiã. A obra será levada para armazenamento em uma espaço adequado. Após esse processo, será iniciado o trabalho de restauro do patrimônio. O local do incidente foi isolado. A Guarda Municipal também foi acionada e está verificando as imagens das câmeras de segurança.

Iracema Guardiã

O monumento foi construído em homenagem à obra de José de Alencar. A índia foi instituída como ícone cultural a partir de lei em dezembro de 2011. A Iracema Guardiã foi inaugurada em 1996, em comemoração aos 25 anos do bairro Praia de Iracema. A escultura é feita em fibra de vidro e tem dimensão de 0,80 x 3,70 x 1,85m (obra) e 2,35 x 2,00 x 3,65 (base).

Leia mais |

Pelo menos 64 praias cearenses já registram aparecimento de manchas de óleo em 2022

Pelo menos 64 praias do Ceará já registraram aparição de manchas de óleo em 2022. O último balanço foi divulgado em fevereiro deste ano, pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema). O material analisado em laboratório tem características diferentes do petróleo venezuelano encontrado no litoral do Estado em 2019.

De acordo com o relatório da Sema, a cidade de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), teve o maior volume de praias atingidas por manchas de óleo. A substância foi encontrada em pelo menos 9 praias, como: Porto das Dunas, Japão, Prainha, Marambaia, Praia Bela, Praia do Presídio, Praia do Iguape, Praia do Barro Preto e Praia do Batoque.

A capital cearense aparece na sequência com seis praias com registro de manchas de óleo: Abreulândia, Sabiaguaba, Praia do Futuro, Praia do Cais do Porto/Serviluz, Praia da Leste Oeste/Formosa e Praia da Barra do Ceará.

Fonte: gcmais.com.br/noticias/fortaleza/2022/05/03/video-monumento-da-iracema-guardia-desaba-na-praia-de-iracema