Além do catálogo cheio de filmes, plataforma traz estreias toda semana

Nesta quinta (07/01), o primeiro cardápio de 2020 chega com comédia, suspense, clássico e uma incrível cinebiografia!

Veja o que o À La Carte está entregando pra aquecer o seu início de ano novo: “Charada”, clássico de Stanley Donen, estrelado por Cary Grant, Audrey Hepburn e Walter Matthau; “As Quatro Irmãs”, de George Cukor, com a super atuação de Katharine Hepburn; “Psicosíssimo“, comédia italiana de Steno, com Ugo Tognazzi; e “Dalida”, a emocionante cinebiografia da cantora Dalida, com direção de Lisa Azuelos.


“Charada”: Indicado ao Oscar 1964 de Melhor Canção Original (Henry Mancini e Johnny Mercer). Devido ao suspense, à presença de Cary Grant, à estrutura do roteiro e às frequentes reviravoltas da trama, muitas pessoas acreditam se tratar de um filme de Alfred Hitchcock, uma confusão que levou muitos fãs a chamá-lo de “o melhor filme de Hitchcock, que Hitchcock jamais fez”. Segundo Audrey Hepburn, a cena em que ela derrama sorvete no terno de Cary Grant foi inspirada em um acidente real, quando ela derramou vinho tinto no terno dele em um jantar.

“As Quatro Irmãs”: Vencedor do Oscar 1934 de Melhor Roteiro Adaptado, e do prêmio de Melhor Atriz para Katharine Hepburn, no Festival de Veneza. Após as versões silenciosas de 1917 e 1918, esta foi a terceira adaptação para o cinema do romance “Little Women”, de Louisa May Alcott, que teve ainda mais duas versões contemporâneas, em 1994 e 2019, com o título “Adoráveis Mulheres”. Katharine Hepburn pediu ao figurinista Walter Plunkett que copiasse um vestido que sua avó materna usava em uma antiga fotografia.

“Dalida”: Inicialmente, o projeto foi anunciado em 2011 e seria dirigido por Mabrouk El Mechri, com Nadia Farès no papel-título, e filmagens programadas para começar em 2012 na França, Itália e Egito, mas acabou sendo adiado várias vezes, até que, em 2014, Lisa Azuelos assumiu a direção e decidiu escalar uma atriz desconhecida para o papel principal, e o Marrocos acabou substituindo o Egito durante a produção. Este foi o segundo filme biográfico de Dalida após o telefilme “Dalida” (2005), dirigido por Joyce Buñuel, em que a estrela foi retratada por Sabrina Ferilli, a Ramona de “A Grande Beleza”. Este é o sexto longa de Lisa Azuelos, diretora de “Um Reencontro”, também disponível no À La Carte.

“Psicosíssimo”: Esta comédia policial é uma paródia de “Psicose”, de Alfred Hitchcock. O diretor italiano Stefano Vanzina (1917–1988), que assinava com o pseudônimo Steno, realizou uma série de comédias populares, muitas vezes estreladas por Toto ou Bud Spencer. Além de diretor e roteirista, Steno também foi um talentoso cartunista.