Charuto ou Malfuf, Receita da Dona Fádua Brasil Cultura

 

Minha mãe Dona Fádua Mahfuz e sua família, de origem sírio-libanesa, a culinária foi o principal elo, a principal ligação com nossos antepassados, e o meio de preservar as tradições e a cultura através das gerações. Os árabes chegaram ao Brasil no final do século XIX trazendo uma rica herança cultural. Aliada a essa cultura, veio a gastronomia de um povo milenar que se destaca pela tradição na cozinha.

Ingredientes

300 g de folha de uva ou 1 repolho médio (pode ser usada couve, ou acelga)

Recheio

2 xícaras (chá) cheias de arroz cru

300 g de carne moída (colocar um pouco menos que o arroz)

1 tomate maduro sem pele e sem semente, picadinho em cubos

hortelã, salsa, cebolinha, picadas, a gosto

2 colheres (sopa) de sal

1/3 de xicara (chá) de cebola picadinha ou ralada

1 colher (chá) de alho picadinho

4 colheres (sopa) de manteiga

suco de limão a gosto

1 colher (chá) de azeite

pimenta do reino moída na hora a gosto (opcional)

1 xícara de (chá) de molho de tomate tradicional

COMO FAZER

Prepare as folhas de uva (ou repolho), colocando algumas de cada vez em água fervente por 5 minutos. À parte, faça o recheio: num recipiente, ponha os ingredientes, arroz, carne, tomate, cebola, hortelã, alho, salsa, manteiga, cebolinha, sal, pimenta do reino. Misture bem sem amassar, para a carne não ficar dura.

Em uma tábua de carne, abra a folha de uva já escorrida, com o lado externo para cima. Coloque o recheio sobre ela (2 colheres de sopa cheias), como um croquete, em uma linha na horizontal, não muito na beirada. Dobre as duas laterais para dentro, onde está o recheio. Enrole de baixo para cima de modo que fique firme, sem apertar muito.

Forre uma panela grossa com as folhas de uva mais duras, ou meio rasgadas. Arrume os charutos em camadas, deixando-os bem juntos. Repita as camadas até acabar. Misture um pouco de sal e o molho de tomate na água, até cobrir os charutos. Despeje o caldo do limão e o azeite. A última camada não deve ficar até a borda da panela, para evitar que o caldo derrame. Para os charutos não desmancharem, coloque um prato invertido ou uma tampa pouco menor que a panela com um peso por cima.

Cozinhe por uma hora, em fogo brando, tendo o cuidado de não deixar a água secar. O arroz deve ficar macio sem cozinhar demais. Retire um dos charutos de cima e prove. Se estiverem prontos, espere um pouco e vire os charutos numa travessa maior que a panela e enfeite a gosto.

Fonte: www.brasilcultura.com.br/menu-de-navegacao/cultura/charuto-ou-malfuf-receita-da-dona-fadua