Filho 02 e ex-aliado trocam baixarias: "chifrudo"; "ladrão de salário" – Hora do Povo

Deputado Julian Lemos (PSL-PB) e Carlos Bolsonaro. Foto: Reprodução

O vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (Republicanos), e o deputado federal Julian Lemos (PSL-PB), ex-aliado de Bolsonaro, trocaram ofensas pelas redes sociais por conta do apoio de Lemos a Sérgio Moro (Podemos).

Julian Lemos disse à Folha de S.Paulo que Carlos tem “problemas psicológicos e sexuais” e os membros da família Bolsonaro “não admitem que já estão praticamente nos últimos dias de governo porque não conseguem fazer nada além de gerar polêmicas inúteis”.

Ele ainda citou a “arrogância peculiar da família Bolsonaro”.

A briga começou porque Carlos Bolsonaro, o filho Zero Dois (02), criticou a aliança entre Lemos, que coordenou a campanha de Bolsonaro no Nordeste em 2018, e Sérgio Moro.

“O maior fofoqueiro do Brasil [Moro] foi encontrar o seu chifrudo [Lemos] na Paraíba com dinheiro do fundo eleitoral? Par perfeito que explica a falta de testosterona e vergonha na cara do grupinho!”, falou o vereador.

Lemos respondeu, também pelas redes sociais: “O [imagem de um poodle] presidencial falando sobre testosterona. Logo tu? Não sei aqui quem tem chifre, mas no RJ eu sei quem tem e quem botou em você”, citando o deputado Carlos Jordy (PSL-RJ).

Em outra publicação, Lemos chamou Carlos Bolsonaro e sua família de “cornos e ladrões”. “Quer continuar a brincadeira ladrão de salário de assessor? Faça como eu, deixa a pistola de lado e os seguranças, e vamos testar os níveis de testosterona, topa?”.

Depois dos xingamentos, o deputado Lemos falou que é “preciso desconsiderar” os comentários de Carlos e espera que ele “chegue a um ponto de equilíbrio”.

CARLOS TAMBÉM XINGOU JORDY

Carlos Bolsonaro também se envolveu em uma discussão com o deputado Carlos Jordy, que ainda apoia o governo Bolsonaro, pelas redes sociais.

Jordy publicou um vídeo falando que Jair Bolsonaro deveria participar mais ativamente da eleição de candidatos que o apoiam nas eleições de 2022.

O vereador Carlos Bolsonaro respondeu que é “inacreditável”. “Ainda tenho que ouvir isso? Pqp! É inacreditável? Não! Sei exatamente como esses agem!”.

Carlos Jordy em réplica questionou se Carlos Bolsonaro “não considera importante que seu pai tenha mais deputados e senadores aliados para não ficarmos mais reféns do presidencialismo de coalizão? Não entendi sua crítica. Então agora, desde 2016 ao lado do seu pai, sou traidor? Era só o que me faltava, xará”.

Novamente partindo para a baixaria, o filho de Bolsonaro sugeriu “cheirarem menos, serem mais gratos e não sujos”.

Fonte: horadopovo.com.br/carlos-bolsonaro-e-deputado-ex-aliado-trocam-baixarias-chifrudo-ladrao-de-salario