Freixo e César Maia apresentam aliança democrática “para colocar o Rio de Janeiro de pé” – Hora do Povo

Chapa foi anunciada em coletiva nesta quarta-feira – Foto: Divulgação

O deputado federal Marcelo Freixo (PSB), o ex-prefeito César Maia (PSDB) e o presidente da federação PSDB-Cidadania no Rio de Janeiro, Rodrigo Maia, realizaram, na tarde desta quarta-feira (27), uma entrevista coletiva para apresentar a chapa que concorrerá ao Governo do Estado. César Maia será pré-candidato a vice-governador na coligação encabeçada por Marcelo Freixo.

Esta é considerada a maior aliança no campo progressista do Rio de Janeiro com oito partidos. Além do PSDB e do PSB, fazem parte da coligação o PT, PCdoB, Rede, PV e PSOL e Cidadania. A entrevista coletiva para oficializar a chapa ocorreu no Hotel Nacional, em São Conrado.

“É uma honra ter o ex-prefeito César Maia ao meu lado como pré-candidato a vice-governador. César é exemplo de homem público e gestor experiente. Ele será fundamental para reconstruirmos o nosso Estado. Nossa chapa tem o espírito da união e do diálogo para colocar o Rio de Janeiro de pé. Hora de virar a página e focar no trabalho, para que as famílias possam progredir e prosperar em paz”, afirmou Marcelo Freixo.

“Nós não poderíamos neste momento apenas fazer uma aliança com a esquerda. Essa aliança precisaria ser democrática, uma aliança ampla”, defendeu Freixo nesta quarta.

É oficial. Sou pré-candidato a governador e Cesar Maia, vice. Precisamos de união pra trabalhar e fazer com que as nossas famílias voltem a ter paz pra prosperar e melhorar de vida. Vamos juntos colocar o RJ de pé.

— Marcelo Freixo (@MarceloFreixo)

Apesar de terem sido adversários políticos em eleições passadas, César Maia revelou que votou em Freixo nos dois turnos da eleição municipal de 2016.

“Quando Rodrigo (Maia, deputado federal) e Freixo me convidaram para a chapa como vice, disse que, independentemente do lugar, votaria no Freixo, como fiz nos dois turnos (da eleição municipal) em 2016”, disse Cesar Maia, que detalhou ter refletido sobre a eleição estadual deste ano nos últimos meses:

“Para presidente, a situação é óbvia: prevalece a defesa das instituições e da democracia. Para governador, ficava cada vez mais clara a conexão com a eleição presidencial, independentemente da retórica e dos apoios”, afirmou o ex-prefeito em seu pronunciamento.

Cesar Maia ressaltou que conta com o apoio de Eduardo Paes em um eventual segundo turno. O prefeito do Rio apoia o candidato do PDT ao governo, Rodrigo Neves, que terá como vice o advogado Felipe Santa Cruz (PSD), de seu partido.

Cesar Maia disse considerar que “não existiu” um diálogo de fato para que fosse vice na chapa apoiada por Paes. Ele chegou a ser convidado publicamente para integrar a chapa de Santa Cruz, antes da retirada de sua candidatura para apoiar Neves.

“Esse convite não existiu. Li no jornal. Rodrigo Neves até foi à minha casa, mas a decisão nossa de apoiar Freixo já estava tomada. E a deles também. Foi mais um gesto, não houve uma proposta de estarmos juntos em campanha nenhuma. Mas o respeito continua. Tenho absoluta convicção, pela qualidade deles, que estaremos juntos no segundo turno”, afirmou Cesar Maia.

Coletiva em que fui apresentado como pré-candidato a Vice Governador na chapa de Marcelo Freixo ao Governo do Estado do Rio. Vamos juntos na reconstrução e na defesa do nosso Estado!

— Cesar Maia (@cesarmaia)

Marcelo Freixo defendeu a frente. “Em diversos momentos, vários desta mesa estiveram em lados diferentes. O fato de estarem todos juntos já diz muita coisa. Nossa aliança é regional, e tenho muito respeito por isso. O PSDB tem outro projeto nacional, e isso nunca impediu diálogo profundo e responsável sobre o Rio”, disse.

Rodrigo Maia, filho de César Maia, avaliou que o movimento encabeçado por Freixo supera diferenças políticas do passado. “A construção da aliança fala por si só”, afirma.

Presente no lançamento, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB), destacou que a união das forças políticas será fundamental para vencer o fascismo.

“Para vencer o fascismo, o atraso e a destruição do Estado é preciso somar forças. Quanto mais ampla a frente, maiores nossas chances de reconstruir o Rio de Janeiro. A chapa Marcelo Freixo e César Maia reúne as condições necessárias para esta tarefa”, destacou.

Na tarde desta quarta-feira, Cesar Maia foi oficialmente anunciado como vice na chapa do Freixo. Como afirmei na minha fala, é a integridade e a honradez unidos em prol do Rio de Janeiro e do Brasil.

— Jandira Feghali 🇧🇷🚩 (@jandira_feghali)

SENADO

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, também participou do evento com Freixo e Maia. Ao ser questionado sobre a candidatura de Alessandro Molon ao Senado, Siqueira se esquivou e disse que o assunto está sendo debatido internamente e que espera encontrar uma solução.

“Estamos conscientes de que encontraremos a solução adequada e necessária para que essa aliança siga e, mais do que isso, seja vitoriosa”, afirmou. Ele ainda destacou a união nacional entre PT e PSB.

O PT reivindica que o presidente da Alerj, André Ceciliano, seja o único candidato da chapa ao Senado, enquanto o PSB aprovou, durante a convenção, o nome de Molon para a disputa.

O deputado federal aparece à frente das intenções de voto na última pesquisa Real Big Data divulgada nesta quarta-feira (27) com 17%. O atual senador Romário (PL), que se colocou como aliado de Bolsonaro, ficou em segundo lugar, com 16%. O petista André Ceciliano, tem somente 5% das intenções de voto.    

Fonte: horadopovo.com.br/freixo-e-cesar-maia-apresentam-alianca-democratica-para-colocar-o-rio-de-janeiro-de-pe