Cuspe, críticas e processos: as polêmicas da carreira de José de Abreu

José de Abreu decidiu abandonar a carreira de ator para se lançar como candidato nas eleições de 2022. Segundo a coluna de Mônica Bergamo na Folha de S. Paulo, ele tentará ser deputado federal pelo PT no Rio de Janeiro apoiando Lula e Marcelo Freixo (PSB).

As opiniões sobre política também fazem parte das polêmicas geradas pelo artista de 75 anos. José de Abreu entrou em embates com a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) e a ex-colega de trabalho Regina Duarte.

Regina Duarte

Em entrevista à coluna de Mônica Bergamo em 2020, José de Abreu criticou as atitudes de Regina Duarte. O artista afirmou que “não dá para respeitar quem apoia Bolsonaro nem considerar ser humano um fascista”.

Fascista não tem sexo. Simone de Beauvoir falava (em) ;tornar-se mulher;. Vagina não transforma uma mulher em um ser humano. Assim como o o pênis não me transforma em um machista misógino.José de Abreu em entrevista à Folha de S. Paulo

As críticas ocorreram após Regina Duarte aceitar o convite de Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir a secretaria da Cultura.

Cuspe em restaurante

Em 2016, José de Abreu afirmou ter sido ofendido por um casal e respondeu cuspindo no rosto deles durante um jantar em um restaurante de São Paulo.

O ator disse ter sofrido “agressão gratuita” durante 30 minutos em publicação no Twitter. Segundo ele, o casal o chamou de “ladrão” e sua mulher na época, Priscila Pettit, de “vagabunda”. Ele ameaçou chamar a polícia, porém voltou atrás em consideração ao amigo, dono do restaurante.

José de Abreu relatou as ofensas do casal em entrevista ao UOL. “É muito fácil comer em um restaurante japonês com o dinheiro do povo brasileiro, petista ladrão”, apontou como um trecho do diálogo.

Tabata Amaral

No início de setembro deste ano, José de Abreu compartilhou um post com uma ameaça de agressão física a Tabata Amaral.

“José de Abreu repostou uma mensagem que dizia que me socaria até ser preso. Simplesmente por discordar de minhas ideias. Infelizmente o machismo é muito presente, muito violento e tenta nos silenciar”, disse ela em entrevista à CNN.

Tabata anunciou que entrará na Justiça por conta da postagem do ator. José de Abreu respondeu com um pedido de desculpas em entrevista ao canal “Fala, Lola, Fala”, no YouTube.

“Eu errei redondamente. A minha vida é repleta de erros, e uma das coisas que eu aprendi é que quando você é muito crítico, você tem que aprender a fazer uma autocrítica”, disse o ator.

Presidente do Brasil?

José de Abreu se auto declarou presidente do Brasil em 2019. Em publicação no Twitter, o ator foi irônico ao criticar o apoio de Bolsonaro ao autoproclamado presidente da Venezuela, Juan Guaidó.

“Quem me apoia?”, perguntou o artista na postagem. Os fãs responderam com brincadeiras e montagens de José de Abreu com a faixa presidencial.

Processo de hospital

As opiniões polêmicas de José de Abreu também renderam conflitos na Justiça. Em 2020, o ator foi condenado a indenizar o Hospital Israelita Albert Einstein por conta de comentários sobre a facada sofrida pelo presidente Jair Bolsonaro.

Segundo a decisão, José de Abreu precisou arcar com uma indenização de R$ 20 mil por apontar que a instituição teria “apoiado a eleição” do então candidato em 2018.

Fonte: tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2021/10/14/polemicas-ator-jose-de-abreu.htm