Huck elogia ida de Mion ao ‘Caldeirão’: ‘Resgata um pouco do Chacrinha’

Após um dia de fortes emoções com sua despedida oficial do “Caldeirão”, Luciano Huck, de 49 anos, passou o bastão de comando da atração a Marcos Mion, de 42, e elogiou a Rede Globo por ter escolhido um apresentador que tem o poder de ‘resgatar a alma de Chacrinha’ na televisão.

Em live no Instagram, Huck contou que somente hoje caiu a ficha de que no próximo final de semana não terá mais o “Caldeirão” sob seu comando. Ele, no entanto, diz entender que o ciclo se fechou e uma ‘linda’ oportunidade está se abrindo com o “Domingão com Huck”.

Relacionadas

“É engraçado que hoje eu tô meio nu, pra falar a verdade. Tô meio despido. Eu dormi mal, mas não sou uma pessoa ansiosa. Eu dormi mal, aí sabe quando você tem dor de barriga e tem uma angústia no peito que você naõ sabe o que é. Por mais que seja um ciclo lindo começando também, é o final de um ciclo e é o meu aniversário essa semana. São muitas emoções… A gente tá trabalhando muito, mas semana que vem não tem mais. As melhores coisas da minha vida aconteceram nesses 21 anos”, disse, e não escondeu que sofreu com o adeus ao programa.

Hoje a ficha caiu. Assim, Marcos, acho que a vida é ciclos. Você precisa saber encerrar e abrir os outros. Acho que essa é a beleza da vida e os ciclos não voltam. Não adianta você querer viver uma coisa que não vai viver mais. Os próximos 20 não vai ser igual aos últimos 20. Então, hoje materializou tudo e tô feliz. Hoje, eu consegui dar uma ‘sofridinha’. Ontem à noite, me peguei querendo discutir relação com a Angélica às 2 da manhã.

Huck, inclusive, fez questão de exaltar a decisão da Rede Globo em colocar Marcos Mion em seu lugar. Na visão do apresentador do “Domingão com Huck”, o novo contratado da casa pode resgatar as tardes de diversão na televisão que só Chacrinha sabia fazer.

Estou muito feliz por você, é um cara muito espontâneo, verdadeiro e foi amadurecendo com a vida. Eu sei e você já deixou claro o quanto gostaria de estar onde está. E isso é incrível porque hoje as pessoas têm vergonha de celebrar as coisas boas. Fiquei muito feliz por você, acho mais do que merecido. O sábado é um dia de diversão, coisa do Chacrinha Talvez eu tenha ido para um lado mais de emoção, mas você resgata um pouco o que foi o Chacrinha antes da gente, que era pela diversão.

Luciano Huck ainda aconselhou Mion a trabalhar a relação com o público de maneira especial. Afinal, o público fiel do “Caldeirão” aos sábados também assistia à atração com a intenção de vê-lo.

Agora, o sábado é um dia muito especial porque não é um dia que a audiência tá lá. Não é um dia disponível. É um dia que as pessoas vêm pra te ver e é uma relação mais especial. Não é uma festa que você vai e sabe que vai estar todo mundo. É ao contrário, é aquele aniversário que só vem aquelas pessoas que quer te ver. Se você cuidar do sábado e dessa relação com o telespectador, que muda o dia pra te ver, vai ver que é uma relação muito boa. É uma turma que vem pra te ver e é gostoso isso. Vai funcionar, tá?

Por fim, ele contou que irá gravar o “Domingão com Huck” em São Paulo e Rio de Janeiro, mas deseja encontrar Mion para eles tirarem uma primeira foto juntos, já que a única existente é da década de 90.

A gente vai se encontrar agora. Faço questão de você vir aqui em casa e sinta-se acolhido. O que você precisar é só ligar. Celebra mesmo, porra. Você e seu crachá, porra.

“Sempre torcendo por você. Você é muito parceiro e a minha admiração por você é eterna”, agradeceu Mion.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Luciano Huck (@lucianohuck)

Fonte: tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2021/08/28/huck-elogia-ida-de-mion-ao-caldeirao-resgata-um-pouco-do-chacrinha.htm