Mulher trans desabafa sobre procedimento que a deformou: ‘Aumenta mais"

A mulher trans Juju Oliveira desabafou sobre a sua aparência. Ela ficou conhecida em 2020, quando pediu ajuda para fazer uma cirurgia e também pedir para pararem com o bullying que faziam com ela, a chamando “Fofão”.

Juju comentou que os inchaços no rosto aumentam a cada dia. Isso aconteceu após ela passar por um procedimento estético em que aplicou silicone industrial no rosto.

“O que fizeram para mim, foi uma maldade, estragaram meu rosto, botaram óleo na minha cara. Não fizeram o que pedi. Tinha um rosto bonito, procurei para ficar mais bonita… E acabaram fazendo isso por maldade mesmo. Cada dia que passa está mais inchado. Não é fácil”, disse ela no Instagram.

Juju tinha feito uma vaquinha online para conseguir dinheiro para a cirurgia, mas, na hora mudou de ideia e doou essa quantia para a doação. Arrependida, ela voltou a querer fazer o procedimento.

“Eu, Ju, estou com o rosto muito inchado. O que mais preciso no momento é de uma cirurgia. Já estou decida e preparada para operar, enfrentar tudo. Porque, do mesmo jeito que eu fiz tudo sozinha para procurar esse problema, vou ter que fazer sozinha para resolver. Acredito, sim, que vou operar. Quando? Eu nao sei, mas tenho certeza”, explicou.

Além de pedir as doações pros seus seguidores, ela também pontuou que recebe muitas ameaças nas redes sociais, mas tem coisas boas também, como um médico que prometeu ajudá-la, ela deve ir para São Paulo realizar o procedimento: “Se tudo der certo, ele vai marcar a cirurgia para mim”.

Relembre o caso

No ano passado, Juju compartilhou algumas das mensagens que vem recebendo em suas redes sociais. Em fevereiro deste ano, ela desistiu de realizar o procedimento porque só conseguiu arrecadar 20% do valor de que precisava e doou a quantia arrecadada, mas agora sofre ataques de pessoas que não acreditam que esse foi o destino do dinheiro.

Moradora de Passo Fundo, Rio Grande do Sul, Juju mostrou mensagens que recebe de um perfil chamado “Juju golpista”: “Chinelona, vagabunda, vou te pegar em Passo Fundo, rasgar sua cara, te dar essa cirurgia de graça com uma pancada”.

“Fui muito julgada quando aceitei receber ajuda e mais julgada ainda quando doei tudo sem dar nem uma satisfação! Muitos acharam que fiz uso próprio! Muitos disseram que era golpe!”, desabafou ela em uma publicação no Instagram.

“Ajudei muita gente que hoje me odeia por eu não poder ajudar mais. Talvez tenha tomado uma decisão errada em ter doado todo o dinheiro por medo, por já ter passado por uma tentativa de assalto! Nesse momento perdi a credibilidade com muitos. Hoje ainda preciso de ajuda e muitos mandam eu ir trabalhar”, acrescentou.

Juju finalizou: “OK, se por conta de eu ter doado um dinheiro que era para a cirurgia não mereço mais ser ajudada, então fico assim. Muito obrigada a todos que ajudaram”.

Em 2020, a ex-BBB Ariadna Arantes e a youtuber Luisa Marilac saíram em defesa de Juju após ela expor seu caso. Na época, ela contou que trabalhava como garota de programa nas ruas de Passo Fundo e lamentou o tratamento que recebe das pessoas que observam o inchaço de seu rosto, que a comparam com o personagem Fofão, do programa infantil “Balão Mágico”

Fonte: tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2021/09/24/mulher-trans-desabafa-sobre-procedimento-que-a-deformou-aumenta-mais.htm