Priscila Alcântara diz que unicórnio a escolheu: ‘Estava precisando disso’

, Priscila Alcântara disse acreditar ter sido escolhida pelo “unicórnio”, sua fantasia no programa.

“O unicórnio me escolheu num momento em que eu precisava me lembrar que e arte não são só meu emprego, mas meu sonho”, contou Priscila durante o “Bate Papo The Masked Singer” após a final, lembrando que começou sua carreira ganhando outro programa na TV e, agora, via o “ciclo” se repetindo.

Tô muito emocionada, tava ali lendo uns comentários. Quem te me acompanhado sabe o quanto esse significa. Quando o The chegou na minha vida, eu tava precisando disso”, contou ainda.

A ex-apresentadora do “Bom Dia & Cia” do SBT revelou ainda a curiosidade de ter uma tatuagem de unicórnio, feita em homenagem ao seu livro favorito, “As Crônicas de Nárnia: O Sobrinho do Mago”.

A campeã contou que, ao receber a informação da produção que essa seria sua fantasia, viu como um sinal.

Priscila acrescentou que encontrar a visão foi o maior desafio de cantar mascarado. “Era minha dificuldade, porque às vezes algum movimento escapava do queixo. Ficava com muito medo de ter estragado minha apresentação. O campo de visão era muito pequeno”.

Ela disse ainda que aproveitou o programa para fazer coisas que não faria. “O que mais eu consigo fazer além do que costumo cantar e gravar? A gente sempre pode fazer mais. O unicórnio me permitiu isso. Saio como uma pessoa mais evoluída”, contou.

Estou refletindo sobre muita coisa. Revivendo muitas emoções. E grata pela oportunidade de compartilhar minha voz”, Prisciila Alcântara

Escondendo o segredo

Priscila contou que esconder sua identidade “foi a coisa mais difícil que já fiz na vida”, afirmando ter se segurado para não dar “likes” em mensagem, pois é muito tagarela.

Jéssica Ellen, Nicolas Prattes e Cris Vianna, os demais finalistas e participantes do “Bate Papo”, compartilharam do mesmo sentimento. Eles acrescentaram, ainda, a sensação de esconder o segredo do público.

“É o primeiro trabalho que você faz torcendo pra não ser reconhecida”, brincou Cris Vianna, a Arara.

Prattes, vice campeão que estava debaixo da fantasia de Monstro, disse que ainda ficava feliz ao ouvir os jurados e o público apostando em nomes como Thiago Martins, Danilo Mesquita e Chay Suede.

Preparação

Nicolas Prattes era o Monstro em "The Masked Singer"

Um dos mais carismáticos da temporada por sua “dancinha”, Nicolas Prattes diz ter ensaiado mais em casa e que os passinhos eram mais feitos por ele mesmo e, às vezes, com ajuda de uma coreógrafa.

Jéssica Ellen, a gata espelhada, destacou o grande carisma do monstro.

Nicolas contou que controlar sua hiperatividade foi o maior desafio, pois precisava controlar o “timing” do monstro. Aproveitando o gancho, Jéssica Ellen e Cris Vianna afirmaram que a maior dificuldade foi controlar a respiração debaixo da máscara.

Prattes ainda afirmou que viu o programa muito menos sobre cantar e mais sobre “tirar o sorriso de uma pessoa que tava ali e perde um ente querido, deixar as terças mais leves e dar um momento de paz e descontração às pessoas”.

Competir contra cantores

Vianna

Quando vão revelando as pessoas, você vai tomando consciência da profundidade que é o programa e como você está dando um passo certo”. Cris Vianna.

Ela completou que, em alguns momentos, acabava se despreendendo da qualidade vocal e queria apesar “se divertir”.

Priscila Alcântara também citou Sandra de Sá e confessou que, por imaginar que ela era a pessoa por trás da fantasia de girassol, tentava evitar ao máximo de duelar com ela.

Após a exibição da final do “The Masked Singer Brasil”,

Fonte: tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2021/10/20/bate-papo-masked-singer.htm