Gás de cozinha consome cerca de 10% do mínimo – Hora do Povo

Reprodução/Youtube

O botijão de 13 kg foi vendido, em média, por R$ 113,24 na última semana, segundo a ANP, alcançando o maior valor real pela comercialização do item da série histórica

Para comprar um botijão de gás no Brasil, as famílias já têm que comprometer quase 10% do salário mínimo. De acordo com a Agência Nacional de Petróleo (ANP), o botijão de 13 kg foi vendido, em média, por R$ 113,24 na última semana – alcançando o maior valor real pela comercialização do item da série histórica. Em ao menos 17 estados, o preço supera a média nacional e compromete ainda mais a renda dos brasileiros.

imagem30-04-2022-12-04-24
imagem30-04-2022-12-04-24

Considerando a média, o valor equivale a 9,3% do mínimo atual, de R$ 1.212. Com a inflação disparando de forma generalizada e atingindo sobretudo o preço dos alimentos, viver de forma digna passa a ser impraticável, principalmente para os mais pobres.

Segundo o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15), a inflação do gás de cozinha na prévia do índice mensal foi de 8,09% em abril, com alta acumulada de 32,45% em 12 meses. O índice geral computou também a maior inflação para o mês dos últimos 27 anos, com variação de 1,78%, que em 12 meses faz a variação de preços ser de +12,09%. Os alimentos tiveram, em média, aumento de 2,25% no mês.

A carestia generalizada, propulsionada inclusive pelos preços administrados, se soma ao desemprego e arrocho nas rendas e contribui para elevar o nível de pobreza do país. Desde 2018, o uso da lenha para cozinhar já supera o do GLP, o popular gás de cozinha. Em 2020, o consumo da lenha já superava o do botijão em 7%. Também passou a ser comum vermos notícias nos jornais de pessoas que, sem dinheiro para o botijão, foram vítimas de acidentes domésticos pelo uso de álcool para cozinhar.

VALE GÁS NÃO COMPRA NEM A METADE DO BOTIJÃO

Uma das principais promessas de campanha de Bolsonaro era entregar gás a R$ 40. Ele não só não cumpriu como foi o responsável por mais que dobrar o preço do botijão de gás. O programa Auxílio Gás, recém-lançado pelo seu governo para custear o gás para as famílias de baixa renda é uma vergonha: não banca nem a metade do preço de um botijão, com um benefício de R$ 51 – aproximadamente 44,5% do preço. 

Fonte: horadopovo.com.br/gas-de-cozinha-prometido-a-r-35-ja-consome-cerca-de-10-do-salario-minimo