Bolsonaro é barrado de jogo do Santos por não apresentar comprovante de vacinação – Hora do Povo

Após ser multado em Peruíbe, Bolsonaro disse ter sido barrado em jogo do Santos por não apresentar comprovante de vacinação – Foto: Reprodução

Bolsonaro foi impedido de assistir ao jogo entre Santos e Grêmio, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro, neste domingo (10). Ele revelou que o fato de não estar vacinado contra a Covid-19 seria o motivo de não poder entrar no estádio.

“Por que passaporte da vacina? Eu queria ver o jogo do Santos agora e falaram que tinha que estar vacinado. Pra que isso? Eu tenho mais anticorpos do que quem tomou vacina”, reclamou Bolsonaro que atua contra a imunização dos brasileiros e orgulha-se de não ter se imunizado contra a Covid-19.

No estado de São Paulo o comprovante de vacinação completo é obrigatório para acessar desde o início do retorno ao público nos estádios. Apenas 30% da capacidade está disponível para os torcedores assistirem a partida entre os dois times da série A.

Em nota oficial, o Santos Futebol Clube afirma que “não foi procurado pela equipe do presidente. O Clube segue os protocolos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que, por sua vez, segue as normas sanitárias da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”.

No jogo que marcou o retorno do público ao estádio da Vila Belmiro, o Santos venceu o Grêmio por 1 a 0 e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Após nove partidas seguidas sem vitória na temporada, o gol do Peixe foi marcado pelo zagueiro Wagner nos acréscimos do segundo tempo.

Em agosto, a CBF publicou um protocolo para a volta dos torcedores ao estádio. No documento, a CBF determina a apresentação de teste PCR negativo três dias antes do jogo e a necessidade de vacinação.

Em janeiro deste ano, o Palácio do Planalto decretou sigilo de 100 anos das informações contidas no cartão de vacinação de Jair Bolsonaro.

Bolsonaro está na residência oficial da República no Guarujá (SP) onde tira novas férias neste feriado prolongado. No sábado, ele deixou o local por volta das 10h20 para passear pela região e saiu de carro onde seguiu para Peruíbe, município localizado a cerca de 113 km de Guarujá.

Na cidade, Bolsonaro foi até a feira montada em frente à rodoviária da cidade e provocou aglomerações no local. Durante todo o passeio, o presidente não usou máscara de proteção, cujo uso ainda é obrigatório no estado e no município, como prevenção à Covid-19. Devido à falta de uso de equipamento facial, ele foi multado em R$ 500 pela Prefeitura da Cidade de Peruíbe.

Fonte: horadopovo.com.br/bolsonaro-e-barrado-de-jogo-do-santos-por-nao-apresentar-comprovante-de-vacinacao