Cidades suspendem vacinação no feriado por falta de imunizantes

Cidade de Lauro de Freitas suspendeu a imunização durante o feriado – Foto: Divulgação

A escassez de imunizantes no país devido à falta de coordenação federal da imunização contra o coronavírus causou nova suspensão de vacinação em ao menos cinco capitais e outras dezenas de cidades brasileiras. Foram elas: Rio Branco, Curitiba, Goiânia, Florianópolis e Brasília.

No DF, a aplicação, que seria realizada durante todo o feriado, foi restringida pelo governo. Apenas 1.100 doses foram disponibilizadas pelo governo federal para um público de mais de 18 mil pessoas com 68 anos. “A Secretaria de Saúde informa que não há vacinas suficientes para aplicação em primeira dose que justifiquem a abertura de pontos de vacinação no feriado e no domingo”, diz nota. Apesar da mudança, a aplicação está mantida neste sábado (3) e vai incluir o grupo de 66 anos.

Esta é a terceira vez em que cidades interrompem as campanhas por falta de doses desde o início da imunização, em janeiro. O problema também aconteceu em fevereiro e no meio de março.

Desde quarta-feira (31 de março), a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia interrompeu a campanha de vacinação contra a Covid-19. Nestes quatro dias de feriado prolongado da Semana Santa não haverá aplicação em idosos de 65 anos, que integram o último grupo a ser imunizado.

A previsão é de que a vacinação seja retomada na próxima segunda-feira (5), após a chegada de uma nova remessa de doses. Como os lotes são enviados pelo Ministério da Saúde primeiramente ao governo estadual e depois aos municípios, a secretaria ainda vai fazer o planejamento dos grupos contemplados.

Em relação às doses aplicadas, a secretaria informou que 235.855 pessoas foram vacinadas até esta quarta-feira. Da 1ª dose, foram 181.563 vacinados, o que corresponde a 12% da população goianiense, além de 58.742 de reforço, contemplando 3,9% da população.

Os idosos de 65 anos começaram a ser vacinados na terça-feira (30). Já os moradores com 77 anos ou mais receberam a segunda dose da vacina. Atualmente, são 25 pontos de vacinação na capital.

O município registrou até esta quarta-feira 133.148 pessoas contaminadas, sendo que 3.647 morreram em decorrência da doença. Deste total, 11.227 pacientes estão internados na rede municipal de saúde e 4.989 em UTIs.

A vacinação contra a Covid-19 em Florianópolis foi suspensa nesta sexta-feira (2). Em nota, o município disse que não recebeu do governo novas doses para dar continuidade na campanha. A situação ocorre também em Blumenau, no Vale do Itajaí. No Brasil, outras cidades precisaram suspender a imunização nesta semana por falta de estoque. (veja mais abaixo)

Santa Catarina recebeu na quinta-feira (1º) mais de 300 mil vacinas contra a Covid-19 destinada aos profissionais das forças de segurança, idosos entre 65 e 69 anos e pessoas que já haviam recebido a primeira aplicação. Em nota, o governo afirmou que a distribuição recomeçará no sábado (3).

A prefeitura de Florianópolis informou que não sabe quantas doses serão entregues e em qual data isso acontecerá. Por isso, a cidade aguarda o repasse da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para retomar a vacinação.

Fonte: horadopovo.com.br/cidades-suspendem-vacinacao-no-feriado-por-falta-de-imunizantes