Em cerimônia de posse em BH, Kalil pede união para enfrentar a crise

Foto: Reprodução/TV Globo

A Câmara Municipal de Belo Horizonte empossou, nesta sexta-feira (1º), o prefeito reeleito Alexandre Kalil (PSD), o vice Fuad Noman, do mesmo partido, e os 41 vereadores eleitos no último dia 15 de novembro. Por conta da pandemia, o evento teve o acesso reservado.

Kalil participou de forma remota e, em seu discurso, explicou que tomou a decisão por conta da pandemia. O novo prefeito destacou a necessidade de união para o enfrentamento das dificuldades decorrentes da crise sanitária e pediu respeito às diferenças.

“Belo Horizonte “é uma cidade plural, uma cidade de todos, de LGBTs, de cristãos, de evangélicos, é uma cidade de negros, é uma cidade de brancos, e assim continuará sendo nesse segundo mandato”.

“Tenho muito pouco a falar, que Deus nos abençoe. Estamos no mesmo barco, na mesma canoa, sairemos de um jeito melhor ou pior na frente, peço a compreensão de todos, somos humanos, erramos, mas graças a Deus passamos quatro anos sem um escândalo, sem briga, sem nenhum tipo de racismo ou de ódio. Claro, temos divergências, teremos divergências, mas quero deixar aqui, todos que me conhecem sabem que não sou de demagogia e não gosto de mentira. A verdade vai continuar prevalecendo na Prefeitura de Belo Horizonte. O que poderá ser feito será feito. Há um grande trabalho pela frente”, afirmou.

Kalil afirmou que o sucesso dos vereadores resulta no sucesso do Executivo e que, se eles fracassarem, a Prefeitura também vai fracassar.

Além dele, 41 vereadores assumiram o cargo na Câmara Municipal para a legislatura 2021-2024. A solenidade estava marcada para começar às 14h, mas o início aconteceu por volta das 14h30. Ela durou pouco mais de 40 minutos. Os vereadores fizeram um juramento se comprometendo a atender aos interesses do município.

Fonte: horadopovo.com.br/em-cerimonia-de-posse-em-bh-kalil-pede-uniao-para-enfrentar-crise