Em dois dias, Brasil já conquistou 8 medalhas nas Paralimpíadas de Tóquio – Hora do Povo

Revezamento 4x50m livres 20 pontos ganhou medalha de bronze nesta quinta-feira – Foto: CPB

Com o início das competições das Paralimpíadas de Tóquio, o Brasil já conta com 8 medalhas conquistadas nos primeiros dois dias do evento.

No primeiro dia de competição na última quarta-feira (25), foram um ouro com Gabriel Bandeira nos 100m borboleta classe S14, uma prata Gabriel Araújo nos 100m costas classe S2 e dois bronzes com Phelipe Rodrigues nos 50m livres classe S10 e Daniel Dias nos 200m livres classe S5, todos eles conquistados no Centro Aquático de Tóquio.

O dia de abertura das Paralimpíadas ainda teve goleada do Brasil no goalball masculino diante da atual campeã paralímpica Lituânia.

No segundo dia de disputas, nesta quinta-feira (26), o Brasil conquistou mais duas medalhas de bronze na natação, com Daniel Dias nos 100m livre classe S5 e o revezamento misto 4x50m livre 20 pontos. 

Valeu, time! 🇧🇷Muito feliz com a nossa conquista!Agradeço também aos atletas que garantiram a nossa participação na final! Eric Tobera e Laila Abate! pic.twitter.com/OkELrEXKaT

— Daniel Dias (@DanielDias88) August 26, 2021

Além disso, obteve duas pratas em outros esportes: no hipismo adestramento, com Rodolpho Riskalla. O paulistano conquistou o melhor resultado da história do hipismo do Brasil nas Paralimpíadas, que já havia faturado quatro bronzes em edições anteriores dos Jogos. 

Riskalla foi prata no adestramento da classe 4, que engloba atletas com comprometimento moderado dos quatro membros. Embalados por músicas como “Aquarela do Brasil”, Riskalla e o cavalo Dom Henrico foram o terceiro conjunto a se apresentar, assumiram a liderança até que foram superados pela holandesa Sanne Voets.

Foi aqui que pediram mais medalhas? PEGA MAIS ESSA! @rriskalla conquista a prata no #Hipismo depois de uma linda apresentação em que fez 74.659%! #ParalimpicoEmToquio pic.twitter.com/Vayzaq1lqv

— Comitê Paralímpico Brasileiro -ブラジルパラリンピック委員会 (@cpboficial) August 26, 2021

Campeão em Londres 2012, Jovane Guissone voltou ao pódio da esgrima sobre cadeira de rodas. Ele foi prata na espada da classe B, para atletas com menor mobilidade no tronco e equilíbrio. O brasileiro de 38 anos venceu quatro dos seus cinco jogos na fase de grupos, depois venceu o iraquiano Ammar Ali nas quartas de final e o britânico Dimitri Coutya na semifinal. Na decisão, acabou superado pelo russo Alexander Kuzyukov por 15 a 8.

Daqui a pouco tem disputa pelo #ouro com Jovane Guissone na #EsgrimaEmCR classe B. Já estamos aqui preparando o grito! E vcs? Começa 07h30 pic.twitter.com/AZpfD4BfSO

— Comitê Paralímpico Brasileiro -ブラジルパラリンピック委員会 (@cpboficial) August 26, 2021

Sendo o destaque para o nadador paralímpico brasileiro Daniel Dias que com a conquista destas duas medalhas de bronze nos Jogos, chega a sua 27ª medalha em quatro edições dos Jogos.

Quem aí também abriu um sorrisão igual ao do @DanielDias88 com mais esse 🥉 (e tá agora com uma vontade doida de se tacar na piscina)? #Natacao #ParalimpicoEmTóquio pic.twitter.com/4uBJMFLsj5

— Comitê Paralímpico Brasileiro -ブラジルパラリンピック委員会 (@cpboficial) August 26, 2021

O país figura no 10° lugar do quadro geral de medalhas nestas paralimpíadas.

Fonte: horadopovo.com.br/em-dois-dias-brasil-ja-conquistou-8-medalhas-nas-paralimpiadas-de-toquio