Mais de 224 mil piauienses estão com vacinação atrasada, diz Sesapi

A Secretária de estado da Saúde (Sesapi) informou que o Piauí possui 224.659 pessoas que ainda não receberam a segunda dose da vacina contra a covid-19 e estão há 15 dias de atraso ou mais. Essas pessoas são aquelas que já poderiam receber a segunda dose, segundo o aprazamento de cada imunizante, mas não procuraram os postos de saúde até o momento.

De acordo com dados, deste número total de pessoas que estão com a segunda dose da vacina em atraso, 83.061 tomaram a vacina Coronavac, 107.508 da Oxford/AstraZeneca e 34.090 da Pfizer/BioNTech.

Segundo a Sesapi, as pessoas com mais de 18 anos que já completaram o esquema vacinal com as duas doses do imunizante há cinco meses já podem comparecer a uma unidade de saúde para receber a dose de reforço da vacina. Apenas o imunizante da Pfizer está liberado para este fim até o momento.

Conforme a FioCruz, com relação a faixa etária das pessoas que estão com a dose atrasada a grande parte dessa população apresenta idade entre 30 e 60 anos, como é o caso da Astrazeneca. Já as pessoas que receberam o imunizante da Coronavac foram observadas que há pessoas com idades entre 60 e 90 anos que estão em atraso, além dos jovens com idade de 20 a 40 anos. Já a Pfizer foi avaliada que as pessoas entre 30 e 50 anos estão com a dose em atraso.

Florentino Neto, secretário de Estado da Saúde, orienta os piauienses a realizarem a imunização completa com as duas doses da vacinação para garantir proteção contra a doença.

“É importante que as pessoas busquem as unidades de saúde para se vacinarem contra a Covid-19, incluindo também a dose de reforço. O esquema completo de vacinação é a principal garantia de defesa contra a doença”, afirma o secretário.

O secretário ainda destacou que os atrasos para receber a segunda dose da vacina podem não garantir a efetividade da vacinação completa, além de gerar aumento de casos e óbitos pela doença, assim como o surgimento de novas variantes da covid-19.

“Temos percebido o aumento gradativo no número de vacinas atrasadas no estado a cada relatório divulgado pela FioCruz. Isso é inadmissível diante da dificuldade que enfrentamos para garantir vacinas para todos”, explica Florentino Neto.

Conforme a Sesapi, a capital do estado, com relação as cinco maiores cidades do Piauí, apresenta 47.250 pessoas que estão com a vacinação atrasada. Já na segunda cidade mais populosa do estado, Parnaíba foi registrado 16.673 pessoas que estão em atraso. O município de Pico possui 4.586 de pessoas que ainda não completaram o esquema vacinal, em Piripiri são 3.939 pessoas, e por fim, em Floriano foram 5.073 pessoas que não retornaram aos postos de vacinação para receber a segunda dose.

Fonte: www.viagora.com.br/noticias/mais-de-224-mil-piauienses-estao-com-vacinacao-atrasada-diz-sesapi-92588.html