‘Retirar passe gratuito dos idosos é discriminação. Vamos recorrer ao TJ’, diz Miguel Torres

Foto: Reprodução/Youtube

O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM), Miguel Torres, afirmou que a entidade irá recorrer junto ao Tribunal de Justiça de São Paulo contra a derrubada da liminar que restabeleceu o direito à gratuidade nos transportes para os idosos entre 60 e 64 anos.

“Essa decisão é absurda. A liminar da Justiça está muito bem detalhada em relação ao decreto do governo Doria, que foi direto ao presidente do TJ para derrubá-la. Hoje nós entramos com um agravo de instrumento no Tribunal para tentar reverter essa decisão”, declarou Miguel Torres ao HP.

A CNTM, junto ao Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical, entrou na Justiça contra o decreto de João Doria que cassou o direito à gratuidade no transporte aos idosos. A ação foi acatada pelo juiz Luiz Manuel Fonseca Pires, da 3ª Vara da Fazenda Pública, que derrubou o decreto por meio liminar.

“Estamos em um momento de grande insatisfação porque falta diálogo com o poder público, do governo e município. Poderíamos ter sentado para debater saídas, mas uma medida dessa em meio à pandemia é um absurdo”, denunciou.

“Isso porque afeta justamente os idosos mais necessitados, os que não terão recursos para manter uma compra de remédios, a locomoção até o hospital, supermercados. É uma questão muito grave. É uma discriminação”, argumentou Torres.  

Fonte: horadopovo.com.br/retirar-passe-gratuito-dos-idosos-e-discriminacao-vamos-recorrer-ao-tj-diz-miguel-torres