Homem atira em pastor após filho com Down acusá-lo de tentativa de estupro

Foto: Polícia Militar/Divulgação

O pai foi detido e o religioso, que escapou dos disparos, está sendo investigado pela Polícia Civil

Um homem foi preso em flagrante depois de atirar duas vezes contra um pastor suspeito de tentar estuprar o filho dele, que tem Síndrome de Down. Os nomes dos envolvidos e a idade do jovem não foram revelados.

pai foi preso na noite desta terça-feira (26), em Peruíbe, no litoral de São Paulo. O religioso, que não foi atingido pelos disparos, está sendo investigado pela Polícia Civil.

O pastor estava em frente à igreja onde atua, no bairro Ana Dias, em Itariri, município vizinho a Peruíbe. Após os tiros, ele acionou a Polícia Militar (PM). Ao chegarem, os agentes encontram o atirador, que acusou o religioso de tentativa de estupro.

O pai admitiu ter atirado contra o pastor. Ele justificou, alegando que o ato foi motivado por uma denúncia do filho, que tem Síndrome de Down. O jovem chegou em casa acusando o religioso de tentativa de estupro, pedindo para que abaixasse as calças, de acordo com informações do G1.

O autor dos tiros autorizou os policiais entrarem em sua casa. No local, havia duas armas: uma espingarda e uma arma artesanal conhecida como “canhão”, ambas com calibre 32. Foram encontradas, ainda, três munições, duas deflagradas e uma intacta.

Autor dos disparos está preso e o pastor foi liberado na condição de investigado

Os policiais levaram o pastor, o pai e o filho à Delegacia Sede de Polícia de Peruíbe, onde foi registrado boletim de ocorrência (BO) por porte ilegal de arma de fogo, disparo de arma de fogo e estupro tentado.

O autor dos disparos continua preso, mas o pastor foi liberado na condição de investigado. O menino que declarou ter sido vítima de tentativa de estupro foi liberado e entregue aos familiares.

Fonte: Revista Fórum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.