Kalil é oficializado como candidato ao governo de Minas Gerais – Hora do Povo

Foto: Divulgação/PSD

O ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD) foi oficializado como candidato ao governo de Minas Gerais em convenção partidária realizada no último domingo (24).

A convenção aconteceu na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e oficializou também o nome de Alexandre Silveira (PSD) como candidato ao Senado.

“Governar é por infraestrutura, saúde, educação e ação social no orçamento. Governar é tomar conta do povo que te elege”, disse Kalil, em discurso no púlpito da Assembleia.

Em discurso, Kalil relembrou feitos ao longo da gestão frente à Prefeitura de BH e ressaltou o apoio à candidatura do ex-presidente Lula (PT) ao Palácio do Planalto.

Kalil alertou que o governo Bolsonaro colocou o Brasil em “estado de emergência” e citou a Emenda à Constituição que permitiu ao governo de Jair Bolsonaro (PL) o desembolso de cerca de R$ 41 bilhões para bancar auxílios sociais. Segundo ele, “se o Brasil está em estado de emergência, vamos dar oportunidade a outro”.

“Vamos dar oportunidade ao Presidente da República que cuidou de gente, fez faculdades, investiu, deu luz e água para todos, leite ao Norte de Minas e cuidou do Sul e do Triângulo do estado”, disse Kalil ao defender a eleição de Lula.

“Daqui algumas horas, dez milhões de brasileiros, crianças, vão dormir com fome. Estamos com um presidente da República querendo ser eleito em estado de emergência decretado por ele”, criticou.

Mais cedo, a convenção da federação formada por PT, PV e PCdoB oficializou o nome do deputado estadual André Quintão (PT) como vice na chapa.

A costura que entregou a Quintão a vaga começou com Agostinho Patrus (PSD), presidente da Assembleia. Para viabilizar uma aliança formal com os petistas, foi preciso ceder um espaço na chapa ao partido de Lula.

“Se Agostinho não tivesse tido a posição que ele teve, não estaríamos aqui coligados. André foi um vice escolhido por mim. É como disse Lula: a única coisa que ninguém pode escolher de um candidato majoritário é o vice. Garanto a vocês: o meu, eu escolhi”, contou o candidato ao governo.

Natural e ex-prefeito de Belo Horizonte, Kalil tem 63 anos e é pai de três filhos. Foi reeleito em primeiro turno com 63,36% dos votos em 2020. Foi, também, presidente do Clube Atlético Mineiro entre 2008 e 2014.

Fonte: horadopovo.com.br/kalil-e-oficializado-como-candidato-ao-governo-de-minas-gerais