Missão espacial da China faz pouso com sucesso em Marte

Foto-ilustração da Agência Xinhua

A espaçonave chinesa Tianwen-1 fez um pouso com sucesso na superfície de Marte na sexta-feira (14) – manhã deste sábado no horário da China – segundo informação da agência de notícias Xinhua, o que coloca o país asiático como a segunda nação espacial, depois dos Estados Unidos, a realizar esse feito. O pouso ocorreu em um local ao sul da Planície Utopia, “deixando uma pegada chinesa em Marte pela primeira vez”, completou a Xinhua.

A Tianwen-1 pousou carregando o primeiro rover de Marte da China. O conjunto consiste em um orbitador, um módulo de pouso e um rover e partiu do local de lançamento de espaçonaves Wenchang na costa da província insular de Hainan, no sul da China, em 23 de julho de 2020.

“O pouso da sonda Tianwen-1 em Marte é um passo importante na jornada de exploração interplanetária da China, realizando o salto do sistema Terra-Lua para outros planetas no sistema solar, e deixando a marca chinesa em Marte pela primeira vez, disse o presidente Xi Jinping ao saudar os responsáveis pelo programa espacial chinês e destacou que “isso é mais um marco importante no progresso da indústria espacial da China.”

Xi falou ainda da necessidade de organizar e implementar a exploração itinerante e científica em Marte com cuidado, aderir à autossuficiência no desenvolvimento da ciência e tecnologia e levar adiante grandes projetos espaciais, incluindo a exploração planetária.

A sonda Tianwen 1 alcançou a órbita de Marte em fevereiro deste ano e consiste em três elementos. Um deles é o módulo do robô que pousou nesta sexta, o Zhurong, dispositivo acoplado à sonda e tem 240 kg. O principal objetivo será observar e realizar pesquisas na superfície de Marte.

Os cientistas chineses reduziram a velocidade de entrada, que é de 20 mil km/h, para praticamente a velocidade com que um ser humano caminha na hora de “baixar as rodas”, o que é considerado um pouso ousado.

A operação durou sete minutos e transformou a China no segundo país a tocar o solo marciano com sucesso, após os EUA. A então União Soviética chegou a ter um equipamento que pousou em Marte antes, a Mars 3, em 1971, mas a comunicação foi perdida definitivamente.

A Rússia saudou o sucesso alcançado pelo programa espacial da China com a realização do pouso da Missão da Tianwen-1.

Fonte: horadopovo.com.br/missao-espacial-da-china-faz-pouso-com-sucesso-em-marte