Moçambique expulsa e proíbe retorno de jornalista britânico a Cabo Delgado • A Referência

O governo de Moçambique expulsou e proibiu o jornalista britânico Tom Bowker de retornar ao país por dez anos por “não conseguir provar juridicamente a existência” de seu site de notícias, Zitamar News. O jornalista retornou ao Reino Unido na terça (16).

O governo já havia retirado a licença de correspondente do jornalista em 29 de janeiro. Bowker cofundou o site em 2015 e cobria a insurgência jihadista na província de Cabo Delgado, no norte do país, segundo o “The Guardian”.

O portal, em inglês, noticiava os ataques na região, rica em petróleo e sede de diversos projetos bilionários de exploração de gás offshore. Mais de 565 mil pessoas já deixaram a província em meio a ataques e invasões.

O jornalista britânico Tom Bowker (Foto: Reprodução/Twitter/Tom Bowker)

À época, as autoridades alegaram que Bowker não conseguiu provar a “existência legal” de seu portal, que tem equipes entre Londres e Maputo. “Uma ação com motivação política, sem fundamento legal”, protestou o jornalista no Twitter.

O Misa (Instituto para a Comunicação Social da África Austral – Moçambique) apontou falta de transparência no processo de expulsão do jornalista, em nota divulgada nesta sexta-feira (29). A entidade afirma que não houve direito à defesa e denuncia assédio contra o repórter e sua família.

Cerco contra jornalistas

Em novembro, a Misa denunciou perseguição do governo contra os profissionais que cobriam os ataques em Cabo Delgado. Desde a intensificação das ações dos jihadistas, em 2017, autoridades restringiram o acesso da imprensa e prenderam vários repórteres locais.

Questionada pelo CPJ (Comitê Internacional de Proteção aos Jornalistas), a diretora do Escritório de Informação de Moçambique, Emília Moiane, afirmou que a decisão teria partido do setor de imigração, ligado ao Ministério do Interior.

O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido afirmou que está em contato com Bowker para esclarecer a situação. “Levantamos o caso com o governo moçambicano e encorajamos as autoridades a permitirem um recurso rápido e transparente da decisão”, disse um porta-voz.

Fonte: areferencia.com/democracia-no-mundo/mocambique-expulsa-e-proibe-retorno-de-jornalista-britanico-a-cabo-delgado