ONU: Organizações buscam compromisso para realização de eleições na Somália • A Referência

Este conteúdo foi publicado originalmente pelo portal ONU News, da Organização das Nações Unidas

Líderes da Comissão da União Africana e das Nações Unidas apelam aos governantes da Somália para que retomem o diálogo e trabalhem num compromisso para afastar os obstáculos políticos às eleições do país.

A escolha do presidente do país do extremo leste africano deveria acontecer em 8 de fevereiro. A demora no processo de votação entre o chefe de Estado, Mohamed Abdullahi Mohamed, e líderes regionais adiou o pleito.

Em nota, os chefes da Comissão da UA, Moussa Faki Mahamat, e da ONU, António Guterres, defendem a realização das eleições o mais rápido possível, em respeito ao acordo obtido em 17 de setembro de 2020.

Movimentação popular em Mogadíscio, capital da Somália (Foto: AU-UN IST/Stuart Price)

A ONU já havia manifestado preocupação com os atrasos nas eleições da Somália e o potencial de perturbações políticas, abrindo caminho para a exploração dessa situação por grupos armados. 

Conforme agências de notícias, as milícias Al-Shabaab ameaçaram atacar as urnas na data do pleito. O Conselho de Segurança também apelou ao governo e estados regionais para a retomada urgente das negociações.

O objetivo é que as partes alcancem um acordo sobre a realização das eleições em breve. Mahamat e Guterres saúdam os líderes somalis pelos progressos dos últimos anos para estabilizar o país.

“Os ganhos são um testemunho da firme determinação popular em direção à paz e prosperidade duradoura, após décadas de instabilidade”, disseram em comunicado.

Fonte: areferencia.com/africa/onu-organizacoes-buscam-compromisso-para-realizacao-de-eleicoes-na-somalia