Pedro Castillo é declarado presidente eleito do Peru

São Paulo – Pedro Castillo foi confirmado oficialmente como o novo presidente do Peru na noite desta segunda-feira (19). Mais de um mês após as eleições, o Juizado Nacional Eleitoral (JNE) declarou Castillo (do partido Peru Livre, de esquerda) como vencedor, após todos os recursos apresentados por sua adversária, a ultradireitista Keiko Fujimori, terem sido rejeitados. A posse do novo presidente peruano está marcada para 28 de julho.

Castillo venceu o segundo turno das eleições, realizadas em 6 de abril, com 50,13% dos votos, contra 49,87% da filha do ex-ditador Alberto Fujimori. Keiko, contudo, se recusou a aceitar o resultado, acusando o adversário de fraude.

Desta vez, após o anúncio do JNE, Keiko disse que reconhecia a derrota para Castillo. “Vou reconhecer o resultado porque é o que manda a lei”, disse a candidata. Ainda assim, classificou como “ilegítima” a proclamação de Castillo. Esta foi a terceira derrota consecutiva de Keiko na disputa presidencial.

Já o novo presidente falou em unidade e agradeceu o povo peruano. “Obrigado povo peruano por este triunfo histórico. Chegou o momento de convocar todos os setores da sociedade para construir, unidos, um Peru inclusivo, um Peru justo, um Peru Livre, sem discriminação e pelos direitos de todos e todas”, disse.

Ao longo dos últimos 40 dias, Castillo insistiu em pedir paciência a seus eleitores à espera do resultado final. Contudo, também foi firme em defesa da vontade da maioria. Nesse sentido, seus apoiadores chegaram a ir às ruas para garantir afastar qualquer tentativa de golpe por parte da sua opositora.

Reconhecimento internacional

Uma das primeiras autoridades a parabenizar Castillo foi o presidente do Equador, Gulhermo Lasso (de direita). Ele felicitou o povo peruano pelo fim da “jornada democrática”, desejou êxito a Castillo, e diz esperar fortalecer as relações entre os dois países. Um pouco antes, o ex-presidente da Bolívia Evo Morales também saudou a vitória de Castillo, a quem chamou de “irmão”. “É o triunfo da dignidade do povo humilde sobre o neoliberalismo”, disse Evo.

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, afirmou que o novo presidente peruano foi eleito “democraticamente”, e reiterou suas felicitações a Castillo. “Justos trabalharemos por uma América Latina unida”, disse o argentino pelo Twitter. A Chancelaria do Chile também cumprimentou Castillo, e disse confiar em seguir trabalhando com o novo o novo presidente peruano para fortalecer a integração entre os vizinhos.

Fonte: www.redebrasilatual.com.br/mundo/2021/07/pedro-castillo-e-declarado-presidente-eleito-do-peru